ALCOBAÇA | Banda Oz Bambaz na segunda noite do réveillon 2018/2019

 

Uma noite inspirada numa super apresentação da banda Os Bambaz (a melhor suingueira do Brasil), no show realizado em Alcobaça, neste domingo, dia 30, terceira noite de festas do réveillon 2018/2019.

O vocalista de Oz Bambaz, de Rubinho, cantou antigos e novos sucessos. Praça lotada e muita gente interagindo em cada um dos hits.

Cinco dias de festa e um grande investimento da Prefeitura de Alcobaça na tradição como realizadora de um dos maiores eventos no litoral baiano. Na programação da noite deste domingo, além de Oz Bambaz, Junior Koch, Dieguinho Boy e Daniel Show e Banda.

Segundo o Prefeito Léo Brito, “cada real investido pelo município retorna em forma de oportunidade de geração de emprego e renda na rede hoteleira, no comércio local e nos pequenos negócios, montados tanto no circuito da festa, quanto na orla da cidade”, argumentou.

Para Silvia de Souza Antunes, moradora de Teixeira de Freitas, “a festa estava muito animada”, afirmou.

Pela primeira em Alcobaça, a moradora de Pinheiros, no Espírito Santo, Geane Santos da Silva, disse ter ficado “maravilhada com o suingue baiano e com o calor humano na festa alcobacense”, destacou.

A moradora do Rio de Janeiro, Ketly Milena Garcia Alves, se acabou de dançar e se disse “apaixonada e encantada com a festa realizada em Alcobaça”.

Alexandre Santana, morador de Teixeira de Freitas, há cinco anos consecutivos participando da festa da virada em Alcobaça ainda não perdeu nenhuma noite neste réveillon 2018/2019. “Não abra mão de participar dessa festa, onde reencontro amigos e familiares e me divirto muito”, afirmou.

Alcobaça é sempre um dos principais destinos de turistas e visitantes na temporada de verão. Em cada isso se repete, atraindo cada vez mais gente, em boa parte pelo clima familiar, de segurança redobrada e pela estrutura montada no circuito e em toda a cidade, com aumento do efetivo policial e participação do Corpo de Bombeiros, dentre outras providências, inclusive, dois trios elétricos.

Por | Ascom

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!