Asfixia por afogamento e anemia aguda são causas da morte dos jovens

Teixeira de Freitas: O perito criminal, Coordenador do Departamento de Polícia Técnica Dr. Manuel Garrido, responsável pela perícia no local do acidente que vitimou os cinco jovens capixabas, informou a nossa equipe que o laudo de local de ação violenta (acidente de veículo) ficará pronto em 30 dias e, que descarta qualquer possibilidade das mortes serem por consequências criminais.

Segundo informações da declaração de óbito assinada pelos médicos do Instituto Médico Legal, os jovens André Galão, 28 anos; Izadora Ribeiro, 21 anos; Rosaflor Oliveira 24 anos e Amanda Oliveira, 24 anos morreram de asfixia por afogamento e Marlonn Amaral, 21 anos, morreu por anemia aguda.

A causa da morte de Marllonn confirma a análise feita pelos peritos, ainda no local – no qual ele teria sido o único que conseguiu sair do veículo, mas devido aos ferimentos não teve força pra sair do local e pedir ajuda.

Segundo o perito Manuel Garrido, Marllonn poderia não ter morrido se tivesse sido socorrido rapidamente. “Pela posição e lugar onde Marllonn foi encontrado ele não poderia ter sido arremessado ali e sim, saiu do carro e foi se arrastando até o ponto de repouso e não resistiu mais.” Marlon foi encontrado em decúbito dorsal, com uma das pernas sobre o galho de uma árvore baixa, com o braço direito dilacerado, há aproximadamente 05 metros do veículo.

O motorista André e as três jovens que estavam no banco de trás do veículo estavam com cinto de segurança e não conseguiram se soltar, morrendo afogados. A posição como o carro caiu dificultou muito qualquer a tentativa de se salvarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *