BAHIA | Nota de esclarecimento mobilização contra reforma da previdência

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado da Bahia (SINDSEMP-BA) vem a público esclarecer que:

1.    Foi deliberado na Assembleia Geral de nossa categoria a adesão na Mobilização Nacional em conjunto contra a PEC nº 287/2016, que trata da Reforma da Previdência. No primeiro momento ocorrerá uma paralisação de 24h no dia 31/03/2017, que se dará com a adesão às mobilizações locais em cada cidade de lotação, preferencialmente vestindo camisas pretas, juntamente com as demais categorias de trabalhadores que estiverem participando da Mobilização Nacional.

2.    Diversas centrais sindicais, incluindo a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e a Federação Nacional dos Trabalhadores dos Ministérios Públicos (FENAMP), entidades às quais somos filiados, também convocaram mobilização para o dia 31 de março de 2017, como demonstração de Luta e Resistência à PEC n° 287/2016.

3.    Importante esclarecer que a decisão do governo de excluir os servidores públicos estaduais e municipais é, na verdade, uma tentativa desesperada de salvar a PEC 287/2016, rejeitada por todas as categorias profissionais do país e combatida fortemente pelas representações de classe de trabalhadores federais, estaduais e municipais, que vêm promovendo um debate democrático e esclarecedor perante a sociedade e aos parlamentares.

Sendo assim, O SINDSEMP-BA reafirma seu posicionamento contrário à proposta de reforma da Previdência anunciada pelo governo federal. Da mesma forma, repudia a ideia lançada de que as leis trabalhistas precisam de remodelagem com vistas a diminuir os direitos dos trabalhadores.

Por isso, devemos nos manifestar contra esse desmonte anunciado da Previdência e o esfacelamento das conquistas trabalhistas. Nossa condição de servidores da cidadania também pede que façamos nosso exercício democrático contra essa ofensiva para proteger os direitos de TODOS os trabalhadores brasileiros.

Por | SINDSEMP-BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *