[Balanço da saúde] Mais de 800 testes rápidos para detecção de HIV no Carnaval de Salvador

O posto de testagem rápida para detecção de HIV, sífilis e hepatites virais em funcionamento no Carnaval de Salvador desde a última sexta-feira (6), já realizou 868 atendimentos nos postos de Ondina (427) e Barra (441). Deste total, 79 foram reagentes para sífilis, 14 para HIV e dois para hepatite. Os dois postos instalados funcionam na Avenida Centenário e na Avenida Adhemar de Barros, sempre a partir das 15 horas. Além dos testes, estão sendo distribuídos preservativos masculinos e femininos e material informativo sobre DST/Aids.

Já em Porto Seguro, onde o posto começou a funcionar na noite do sábado (06) de Carnaval, foram contabilizados 243 atendimentos até às 9 horas de hoje e teve resultado reagente para HIV (2) e Sífilis (5). O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, viajou ao município para visitar o posto de testagem e as unidades de saúde da rede para verificar a estrutura de atendimento aos foliões. Na oportunidade, o secretário anunciou a implantação de 15 novos leitos de UTI e serviço de hemodinâmica no Hospital Estadual Luis Eduardo Magalhães. De acordo com o secretário, a iniciativa visa “atender a demanda reprimida da região, além de qualificar cada vez mais a assistência”.

Atendimentos do carnaval

Nas unidades da rede estadual de saúde foram registradas, de quinta-feira até 18 horas de desta segunda-feira (08), 105 ocorrências, sendo 57 no Hospital Geral do Estado (HGE), 12 no Hospital Menandro de Faria, 11 no Hospital Geral Ernesto Simões Filho, seis no Hospital Geral Roberto Santos e do Subúrbio, cinco Eládio Lasserré e oito ocorrências nas Unidades de Emergência: Cajazeiras, Curuzu e Pirajá. As maiores incidências foram decorrentes de agressão física (57), seguida de arma branca (15) e queda (14).

Corregedoria visitou oito unidades

As inspeções realizadas pelas equipes da Corregedoria da Sesab nas unidades estaduais de saúde, visando o cumprimento das escalas de plantão dos servidores, resultaram em 54 profissionais notificados em cinco unidades, a saber: Hospitais Geral do Estado, Roberto Santos, Menandro de Farias e as Unidades de Emergências de Cajazeiras e Pirajá. As irregularidades são decorrentes de falta ou troca de plantão sem autorização. Além disso, das oito unidades inspecionadas, cinco foram notificadas.

Por | Ascom Sesab

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!