Protesto de indígenas bloqueia a rodovia BR-101

Uma manifestação de indígenas pataxós bloqueou um trecho da BR-101, na cidade de Itamaraju, sul da Bahia, nesta segunda-feira (19), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Até por volta das 14h30, o protesto ainda ocorria.

Segundo informações, os pataxós reclamam de mau atendimento pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e pede a exoneração da coordenadora  distrital da saúde indígena do Ministério da Saúde. Monica Marabá. Segundo os manifestantes, existem falta de medicamentos e atraso de pagamentos de servidores da saúde e da educação.

Cerca de 200 indígenas de três aldeias são afetados pelo problema, segundo os manifestantes. Os indígenas reclamam ainda da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que proíbe a ampliação de terras demarcadas.

Policiais rodoviários federais tentaram negociar a abertura da rodovia, mas os manifestantes disseram que só vão desbloquear a rodovia depois que o obter a certeza da exoneração da servidora e o atendimento as unidades de saúde for reestabelecidos.

O bloqueio foi concentrado na entrada do Parque Nacional que fica  em território do Município de Itamaraju. Desde as primeiras horas do dia, os indígenas tem feito a liberação de veículos de 20 em 20 minutos para evitar maiores transtornos.

A acessória da coordenadora Monica Marabá informou que desconhece atraso em pagamentos na área da saúde.

Por | Girodenoticias

4 thoughts on “Protesto de indígenas bloqueia a rodovia BR-101

  1. Fiquei muito tempo ontem parado na br101 por conta do brinquei dos índios Pataxós. MAis eles têm direitos de reeivindicar,ja com este governo do temer não a dialogo com o povo. Só defendem os grandes empresarios

  2. Querem ter direitos, quebrando os Direitos alheios. Façam, mas de forma que nao prejudique quem nao tem nada haver. Se fossem cidadaos comuns a policia já teria arrancado na bala, agora indios sao impunes? Enquanto violarem os direitos alheios, que os seus se lasquem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *