Após bebedeira, escocês descobre que comprou passagem para o Brasil

Após bebedeira, escocês descobre que comprou passagem para o Brasil

Um escocês de 22 anos disse que comprou sem querer uma viagem de Glasgow, na Escócia, para o Rio de Janeiro após uma bebedeira.

escoces1
Segundo o jornal “Independent”, Jamie Ather descobriu que havia gastado 520 libras (R$ 3.125) para reservar o voo para o Brasil após se recuperar da bebedeira.
Ather disse que não lembrava de ter feito a compra e que nem passava por sua cabeça viajar para a América do Sul.
Mas, quando tentou cancelar a viagem e retomar o dinheiro, a companhia aérea se recusou a fazer a restituição. Então, ele decidiu fazer a viagem.
Além do Rio de Janeiro, ele acabou visitando Machu Picchu, no Peru.
Além de não se arrepender da viagem, Ather disse que “acabou tendo uma das melhores experiências da sua vida”.

Por | G1 SP

Menino de 7 anos é cortado com tesoura por colega em escola na Zona Oeste do Rio

Menino de 7 anos é cortado com tesoura por colega em escola na Zona Oeste do Rio

Um menino de 7 anos foi cortado por um colega de classe com uma tesoura na última terça-feira na Escola municipal Prof. Leila Barcellos de Carvalho, localizada na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Após o ataque, que teria sido motivado por um desentendimento entre os dois, o menino foi encaminhada para uma clínica da região, onde levou 33 pontos no braço esquerdo. O incidente foi registrado na 32ª DP como fato atípico. O Conselho Tutelar de Jacarepaguá também acompanha o caso.

braco

Em julho, 46 alunos da escola foram levados para uma UPA da região em decorrência de uma contaminação por coliformes fecais

De acordo com a mãe do menino, que não quis ser identificada, o ataque ocorreu no horário de entrada do turno da tarde, por volta das 13h.

— Meu filho contou que, enquanto estava na fila para entrar na sala de aula, o colega começou a implicar com ele. Quando entraram na sala, ele teria reagido e batido nesse menino. Então, assim que a professora saiu da sala, o colega pegou a tesoura do estojo, puxou o braço do meu filho e o cortou — relata a mulher, destacando que o menino é estudante do 1° ano do ensino fundamental.

Após o ataque, a mãe, que estava no horário de almoço no trabalho, foi chamada até a escola. De lá, seguiu para a Amiu, clínica localizada na Freguesia, onde o menino levou 33 pontos.

— A médica disse que ele teve sorte pelo fato de a tesoura não ter atingido uma veia ou nervo. Agora, ele está tomando antibiótico e anti-inflamatório — conta.

braco3

A mãe diz que o filho tem sido medicado com antibiótico e anti-inflamatório

Preocupada com a segurança do filho, a mãe conta que vai transferi-lo para outra escola da rede municipal. Para ela, a tesoura sem ponta não deveria ser um item do kit escolar dos alunos.

— A tesoura, mesmo sem ponta, pode servir de arma para os alunos. É preciso preservar a integridade física das crianças. Pelo corte que foi feito, meu filho poderia ter morrido — defende.

escola-municipal

Em nota, a Secretaria municipal de Educação (SME) do Rio de Janeiro, através da 7ª Coordenadoria Regional de Educação, informou que “foi aberta uma sindicância para melhor esclarecer os fatos sobre o caso”. A SME destaca que a coordenadoria “está prestando toda a assistência necessária aos estudantes”. Segundo a secretaria, o aluno que atingiu o colega com a tesoura não foi suspenso da escola.

Sobre as investigações, a Polícia Civil informou, em nota, que funcionários da escola e responsáveis serão chamados para depor na Delegacia da Taquara e que agentes estão em diligências em busca de informações que possam ajudar no caso.

Leia a nota da SME na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Educação informa que, segundo a 7ª Coordenadoria Regional de Educação, uma sindicância será instaurada na unidade para melhor esclarecer os fatos sobre o caso. A Coordenadoria esclarece, ainda, que comunicou os responsáveis dos dois alunos imediatamente após tomar ciência do ocorrido, prestando toda assistência necessária ao estudantes. A Secretaria Municipal de Educação informa que não admite este tipo de conduta nas unidades escolares da Prefeitura do Rio. Desde 2009, a Secretaria vem implantando diversas ações para promover uma cultura da paz nas escolas, como a criação do Regimento Escolar Básico. Entre outras medidas de caráter pedagógico e disciplinar para os alunos, o Regimento proíbe a prática de qualquer tipo de violência, seja por meio de agressões físicas ou verbais ou ainda por meios eletrônicos, com punições que vão da advertência ao encaminhamento dos casos mais graves aos conselhos tutelares.

A Secretaria de Educação implantou também, em 2011, um programa de Educação para a Paz, que promove uma mudança positiva no ambiente escolar, prevenindo conflitos e reduzindo a violência por meio do desenvolvimento das habilidades de negociação colaborativa, comunicação e outras práticas advindas da Resolução de Conflitos nas Escolas.”

Em julho, 46 alunos da escola municipal foram contaminados por coliformes fecais

A escola em que o menino foi atacado é a mesma em que, no dia 13 julho, 46 crianças passaram mal – com diarreia e vômitos – após comer a merenda escolar, que estava contaminada com coliformes totais e fecais. No dia seguinte, 38 crianças permaneciam em observação em hospitais.

Os laudos da Vigilância Sanitária que comprovaram a contaminação também mostraram que a merenda escolar apresentava E.coli, um indicativo de manipulação inadequada dos alimentos e refrigeração insuficiente.

Em nota divulgada sobre o caso, a Secretaria municipal de Educação considerou o caso “um fato isolado, uma vez que mais de um milhão de refeições são preparadas e servidas diariamente para mais de 660 mil alunos nas 1.461 unidades escolares da rede e, até o momento, não há registro de outros casos de contaminação alimentar”. Além disso, informou que “o trabalho de acondicionamento dos alimentos e o preparo das refeições servidas nas unidades escolares seguem, rigorosamente, as orientações passadas pelo Instituto de Nutrição Annes Dias, ligado à Vigilância Sanitária”.

Entre as medidas adotadas pela secretaria após o resultado das análises, está a realização de intervenções na unidade escolar recomendadas pelo lauda da Vigilância Sanitária, como a recomposição de revestimento da cozinha e reparos em bebedouros. Também disseram que seria feito o reforço na capacitação e treinamento dos manipuladores de alimentos em todas as unidades da rede.

Padeiros batem recorde com baguete de 122 metros em feira na Itália

Padeiros batem recorde com baguete de 122 metros em feira na Itália

Um grupo de 60 padeiros franceses e italianos bateu um recorde neste domingo (18) ao preparar uma baguete de 122 metros de comprimento.

bag1
O feito foi obtido durante Feira Mundial de Milão e certificado pelo Livro Guinness de Recordes.
Os padeiros levaram 7 horas para fazer o característico pão francês.
A Ferrero, fabricante da Nutella, patrocinou a empreitada. O recorde anterior, de 111 metros, era de uma cadeia francesa de supermercados.
Ao final, a baguete foi cortada, recheada com Nutella e servida ao público.

Por | G1.globo

Tubarão-baleia de 7 m fisgado por pescadores vira atração na Indonésia

Tubarão-baleia de 7 m fisgado por pescadores vira atração na Indonésia

Um tubarão-baleia de sete metros e duas toneladas virou atração entre os moradores de Surabaya, na ilha de Java Oriental, na Indonésia, após ser fisgado por pescadores locais.

tubarao-baleia

Os pescadores pretendiam vender sua carne, mas autoridades locais negociaram os pescadores para o tubarão-baleia fosse enterrado, pois, desde 2013, a espécie é protegida.
Apesar de seu tamanho gigantesco, sendo o maior peixe dos oceanos, o tubarão-baleia é uma espécie dócil é inofensiva aos seres humanos.

Por | G1Sp

Fotógrafa flagra orca saltando fora da água e capturando toninha no Canadá

Fotógrafa flagra orca saltando fora da água e capturando toninha no Canadá

A fotógrafa americana Nina Richardson Bowling, de 59 anos, registrou uma imagem incrível de uma orca saltando fora da água para capturar uma toninha na baía Discovery, na província da Colúmbia Britânica, no Canadá.

orca

Nina contou que ela e um grupo de turistas estavam retornando de um passeio para observar ursos-cinzentos, quando viram algumas orcas perseguindo uma toninha. O capitão até parou o barco para que os turistas pudessem assistir à caçada.
Segundo a fotógrafa americana, todos ficaram fascinados com a cena que se desenrolava na frente deles. “Por um breve tempo, parecia que toninha iria escapar, mas uma das orcas foi implacável”, afirmou Nina.

Por | G1SP

Foto de cascavel descomunal morta nos EUA faz sucesso na web

Foto de cascavel descomunal morta nos EUA faz sucesso na web

A foto de uma cascavel de tamanho descomunal que foi morta por um morador de Hartford, no estado americano do Arkansas, fez sucesso nas redes socais.

cascavel

A americana Amanda Stokes postou as imagens do enorme réptil no Facebook e destacou que a cascavel foi morta pelo pai de um amigo após atacar seu cão.
Segundo a emissora de TV “KFSM”, a cascavel teria entre 2,5 metros e 3 metros de comprimento, o dobro do tamanho médio.

Por | G1 SP

Página 4 de 23« Primeira...23456...1020...Última »
FECHAR