PRADO | Moradores de distrito promovem preservação ambiental

PRADO | Moradores de distrito promovem preservação ambiental

 

Uma ação de moradores do distrito de Cumuruxatiba no município de Prado vem chamando a atenção nas redes sociais.

Otávio vieira Santana e um pequeno grupo de crianças, numa iniciativa de preservação do meio ambiente. Coletou recipientes compostos de Polietileno tereftalato (PET), além de utilizar de material orgânico para a criação de mudas que foram plantadas em vários locais do distrito.

O projeto que carreta o titulo de “Pensa no futuro e agir no agora”, visa criar um sentimento de preservação, iniciando nas crianças, mas valorizando toda a comunidade.

Mudas de pau Brasil e Açai foram plantadas em pontos como lagoa, margens do rio, além de locais de grande freqüentação de turistas e moradores.

Todo o adubo utilizado é criado numa composteira feita de material de construção civil encontrado no lixo, mas capaz de ser reutilizado e destinado ao meio ambiente.

A garotada demonstra imenso empenho, além de aflorar o sentimento de preservação dos meios naturais, coletando detritos que demoram décadas para ser absorvidos pela natureza.

Está aberta a temporada de observação de baleias jubarte em Prado

Está aberta a temporada de observação de baleias jubarte em Prado

Parque marinho dos Abrolhos é principal atração da Costa das Baleias, região formada pelas cidades de Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri.

jubartewhales1211
Baleia Jubarte – foto reprodução Google
Formada pelas cidades de Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri, a região da Costa das Baleias, ao sul da Bahia, é uma das responsáveis por fazer do estado um dos mais encantadores do país.

Entre os meses de julho e novembro, como o próprio nome sugere, o local paradisíaco é ideal para a observação de baleias e o parque marinho dos Abrolhos é o principal palco para esta aventura inesquecível.

As águas de Abrolhos reservam aos mergulhadores alguns dos visuais mais marcantes da costa brasileira como a observação de baleias jubartes (Megaptera novaeangliae). Uma espécie conhecida pelas longas nadadeiras peitorais e por fazer acrobacias fora da água.

Esses animais podem chegar a 16 metros de comprimento e a pesar cerca de 40 toneladas e são frequentadores do local na época da reprodução.

Recifes de corais imensos e coloridos, cavernas submarinas e uma vasta quantidade de peixes tornam o espetáculo ainda mais irresistível. Tartarugas marinhas também são facilmente vistas na região.

Além da observação de baleias e do mergulho, comum a todos os municípios que compõem a Costa das Baleias, as cidades reservam ainda outros atrativos naturais perfeitos para a prática das atividades de aventura.

Em Prado, os manguezais nas margens do Rio Jucuruçu servem como pano de fundo para os canoístas. Já as quase desertas praias de Caravelas são um convite aos amantes do trekking. A apreciação da natureza pelas trilhas da ilha da Barra Velha, em Nova Viçosa, é um verdadeiro espetáculo a céu aberto.

Já as piscinas naturais da Praia da Barra, em Alcobaça, são as mais requisitadas pelas crianças. Do lado de fora, garças se juntam ao público e assistem ao cenário natural estonteante. Enquanto em Mucuri o cicloturismo é uma das atividades oferecidas.

Estes destinos são contemplados pelo Programa de Promoção e Comercialização Nacional da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

Por | Pradonoticia

PORTO | CETAS liberta animal silvestre na mata atlântica

PORTO | CETAS liberta animal silvestre na mata atlântica

Itamaraju - ceta 2016.05.16fO Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) localizado em Porto Seguro/BA, em conjunto com a Gerência Executiva do IBAMA em Eunápolis/BA, realizou, nas últimas semanas, a soltura de 211 animais silvestres de 21 espécies, que estavam em tratamento e reabilitação em suas instalações.

Entre os animais libertados estavam espécies ameaçadas de extinção como o gato-do-mato, o ouriço-preto e o pixoxó. Além disso, a maioria dos animais libertados, como jabutis, raposa, jibóia, tucano, papagaios e corujas, entre outros, pertence a espécies protegidas pela Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (CITES), da qual o Brasil é signatário.

Os animais foram libertados em áreas de soltura previamente cadastradas pelo IBAMA, locais protegidos, em regiões de ocorrência natural das espécies, onde os animais encontram alimento e água em abundância, aumentando suas chances de adaptação e sobrevivência.

Para entregar animais silvestres ou fazer uma denúncia ao IBAMA, basta entrar em contato com a Gerência Executiva em Eunápolis, através dos telefones (73) 3281-1526/3281-1652.

Fonte: CETAS/IBAMA

[Itamaraju] Internauta denuncia descaso contra meio ambiente

[Itamaraju] Internauta denuncia descaso contra meio ambiente

Duas coisas partilham de fatos irrefutáveis, uma que a população vive e sempre é aparado por decisões divinas. E a segunda seria que os gestores, gerentes e secretários são dotados de total inércia, pois esperam decisões da natureza ou acaso, para gerir os recursos do município.

Podemos afirmar isso com base na atual realidade dos moradores que precisam de água potável e são deparados com uma realidade “Se não chover vou ficar sem água”.

Planejamentos devem ser realizados com média de 10 anos, o que devem ser feito a curto prazo são as fiscalizações, dotada apenas de papéis.

Itamaraju - in - ambiente- 2016.03.16.1

Com base nesta última, recebemos de um morador do bairro Tarcisão, uma denúncia, onde  trata de prática que destrói e traz danos aos leitos do rios, que se encontra as margens do Rio do Ouro, a remoção de barro para a área de cerâmicas.

Questionamos um engenheiro ambiental sobre a realidade das imagens, o mesmo alegou ser um crime. No entanto os órgãos, apenas se apegam a documentos e não atentam a fiscalizar de perto os danos ao meio ambiente.

Recentemente uma onda de queimadas, nas proximidades de bairros criou nuvem fumaça e criava risco a saúde de toda a comunidade. Pouco se sabe sobre fiscalizações nas propriedades ou algum tipo de punição.

Apenas com as palavras voltava didática de economizar, o país conseguiu reduzir o consumo energético e hídrico, mas investimentos regionais não são direcionados de forma uniforme. Uma solução era planejada a pouco mais de 3 meses, que aparentemente foram deixadas de lado, após a intervenção divina.

O que devemos pedir a Deus por esse município é a iluminação de homens bons dotados de planejamento.

A única regra valida é dedicar respeito ao contribuintes. Que muito paga e pouco recebe referente aos seus direitos.

[Prado] Dias quentes, um convite para o paraíso tropical

[Prado] Dias quentes, um convite para o paraíso tropical

Uma série promovida em parceria com a Monte Pescoço transporte, garante belíssimas imagens repleto de areias quentes e mar transparente com calor de um paraíso tropical localizado logo alí.

arte monte pescoço -0039

No Brasil quilômetros de praias enchem os olhos de turistas e amantes da natureza com paisagens paradisíacas.

Essa realidade está presente na costa litorânea que banha o município de Prado, muitos moradores da região que faz vizinhança e turistas que amam as praias, pouco conhece as belezas deste município.

arte monte pescoço -0

Turistas apenas conhecem as praias do centro da cidade, mas belezas e saudosas imagens podem se vividas, em praias como Farol, Cumuruxatiba, Japara, Guaratiba, sem contar na ponta de Corumbau, natureza tocada pelos dedos divinos.

Algumas imagens foram realizadas na praia de Guaratiba, onde o mar é dividido por banques de areia, construindo piscinas naturais com águas calmas e transparentes.

arte monte pescoço -0-

Um espaço de natureza preservada, que é ideal para quem busca tranquilidade, mas não dispensa uma aventura, somada ao aconchego, calor cotidiano, com pequenas trilhas, pontes e brinquedos para a diversão familiar. Tudo isso a pouco mais de 10 km do centro pradense.

A região faz convite aos turistas nacionais e estrangeiros que se emocionam, porém ficam apreendidos com o carinho, belezas do povo e clima saudável.

arte monte pescoço -0020

Destinos turísticos ideias para uma imersão completa na natureza.  No entanto, é preciso de cuidado e proteção para que ações de empresas turísticas e de viajantes sem consciência ambiental não deprede riquezas naturais irrecuperáveis.

Conheça alguns locais desta região que conseguem preservar sua beleza natural e promover, ao mesmo tempo, o turismo.

[tribulant_slideshow gallery_id=”15″]

A empresa Monte Pescoço Transporte, acima de tudo acredita nas oportunidades, na vasta beleza da Costa do Descobrimento, além do desenvolvimento deste povo.

[Prado] Produtor de leite destaca a agricultura familiar na prosperidade dos negócios

[Prado] Produtor de leite destaca a agricultura familiar na prosperidade dos negócios

arte monte pescoço pec-008

Continuando com a série que aborda pequenas propriedades rurais com grandes produções, visitamos uma família na Fazenda Monte Alegre, localizada as margens da BA-489, no distrito da Pontinha, pertencente ao município de Prado, cerca de 25 quilômetros de Itamaraju.

A família Oliva, que décadas atrás somava uma área superior a 200 alqueirões, atualmente divide entre pai e dois filhos, 3 alqueires, sendo um destes filhos o produtor Jackson de Oliva Coelho, que partilha do programa balde cheio, na agricultura familiar.

arte monte pescoço pec-016

A área utilizada pelo produtor soma 6 hectares que garante espaço para 17 vacas leiteiras e 7 bezerros. O gado escolhido pelo produtor chega a produzir 30 litros por cria. Tudo isso seguindo rigorosamente critérios e alimentados por um pasto em rodízio.

No pasto foram plantados três variedades de capim e braquiária certificadas e vistoriadas pela EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Sendo elas MG5, Mombaça e Zuri.

arte monte pescoço pec-020

A pequena área é subdivida em 56 piquetes, que é rotacional num período de 28 dias. Todo o leite é retirado por uma pequena ordenha mecânica, onde o produto que soma 297 litros dias é guardado em recipientes e refrigerados seguindo critérios rigorosos da vigilância sanitária.

Investimentos e melhorias são realizados na propriedade de forma assistida pelo programa. Onde sua adesão a esse formato de produção soma apenas 30 meses. Mas a qualidade da produção serve de exemplo em palestras e seminários do seguimento agropecuário.

[tribulant_slideshow gallery_id=”9″]

Durante nossa visita uma nova cria (bezerra) chegou a ser assistida, com o parto de uma das vacas leiteiras. A natureza em sua sabedoria permitiu a soma de um novo animal que aumentará a produção.

Comemorando, Jackson relatou que cada cria fêmea adulta chega a ser comercializado no mercado agropecuário, pelo valor de 6 mil reais. No entanto com 6 meses é comercializada até por 2 mil reais.

arte monte pescoço pec-015

Satisfeito com os frutos e exemplo adotado pela família, incentiva novos proprietários rurais a buscar uma forma de ganhar dinheiro levando produtos saudáveis e com a força do homem do campo.

Transportando diariamente a esperança de cada produtor, através da abundância desta terra, está a Empresa Monte Pescoço Transporte. Que acima de tudo enfrenta a adversidade das estradas e clima, para escoar a produção agrícola e pecuária, que garante riquezas e prosperidade.

Oferecimento | Monte Pescoço Transportes

 

[Itamaraju] Família ROSSI agrega amor ao campo na produção de hortaliças

[Itamaraju] Família ROSSI agrega amor ao campo na produção de hortaliças

Não é o tamanho da área que importa, mas sim a vontade e a forma de trabalho que garanta oportunidades de negócios e renda. Sempre transportando esperança no caminho do progresso está a empresa Monte Pescoço Transportes que acredita no homem do campo.

  hortalicas - monte pescoco 023

Compartilhando dessa ideia a família Rossi, que numa pequena área no perímetro urbano, entre os Bairros Liberdade,Itatiaia, Furlan  e Cabral, planta e colhe oportunidades, que chega a sua mesa.

A família soma décadas no município, sempre direcionando trabalho nos setores agropecuários, permitindo o crescimento desta região. Atribuem o amor a esta terra, sempre valorizando suas origens (capixaba).

hortalicas - monte pescoco 012

Parte da produção de hortaliças comercializados na cidade e região, saem de uma área que mede 2 (duas) tarefas de terra algo em torno de 8500 m2, utilizando cada centímetro de forma produtiva e planejada. Tudo isso há apenas 5 km do centro de Itamaraju, as margens da rodovia BA-489.

hortalicas - monte pescoco 003

A produção é tida como familiar, coordenada pelo produtor Ademilton Rossi, no entanto é planejada a ritmo de grandes lavouras. Iniciando com sementes de altíssima qualidade, seguindo para a segunda etapa, com um berçário verde (permanecendo num período de 1 semana), onde seleciona as melhores mudas e seguindo para massa climatizadora por 15 dias, até que possa ganhar as leiras.

hortalicas - monte pescoco 002

Todo esse processo conta com mais de 5 funcionários, registrados, que promovem o plantio, limpeza da área analise e controle de possíveis pragas.

O maior patrimônio para os agricultores, somado a terra está o sol e água, neste caso a região é rica em condições climáticas e para manter o processo de irrigação. Eles contam com um poço artesiano, somada a utilização de bombas, onde é retirado diariamente algo em torno de 130 mil litros de água, para alimentar as plantas.

hortalicas - monte pescoco 027

Dentre as variedades produzidas estão o Alface, Coentro, Couve, Rúcula, Salsa, pimenta de cheiro, consorciadas ainda com 600 estacas de pimenta do reino e 12 mil pés de café.

Dentre as hortaliças comercializadas um contrato com empresas locais e que atendem os municípios de Prado, Itabela, Eunápolis e Porto Seguro, impõem a produção mínima de 6 mil pés mensalmente, no entanto o responsável garantiu atingir marcas superiores ao dobro desse número mínimo em sua linha de produção.

hortalicas - monte pescoco 017

O plantio é feito de forma rotacional entre as leiras, iniciando com o coentro, após uma semana são plantadas as mudas de alface, dentre outras.

Entre 15 e 30 dias é feita a colheita da produção, seguindo o ritmo, buscando sempre a valorização de novas técnicas como o filme agrícola.

hortalicas - monte pescoco 014

A segunda etapa soma pontos ao irmão, na linha comercial, que busca parcerias entre supermercados, feiras e estabelecimentos interessados nos produtos, além das entregas que deve ser seguidas de forma rigorosa, devido a fragilidade do produto.

O investimento em máquinas agrícolas e melhorias sempre são pensados, mas tudo de forma planejada para não desestruturar a produção ou colocar em risco a saúde do negócio, pensando sempre de forma conjunta e familiar.

[tribulant_slideshow gallery_id=”8″]

Esta é mais uma série criada em parceria com a empresa Monte Pescoço Transporte, que acredita no valor da agricultura e pecuária. Sempre apoiando com formas de escoar cada grão de nossa produção. Transportando mais do que pessoas, acima de tudo sonhos e esperanças produzidos com a abundância de contrastes naturais. Divididos pelas estradas e rodagens, castigadas pelo tempo.

Oferecimento | Monte Pescoço Transportes

Itamaraju: Cultivo do reino, produtores apostam em cultura para garantir crescimento econômico

Itamaraju: Cultivo do reino, produtores apostam em cultura para garantir crescimento econômico

Está se tornando cada vez mais comum passar em pequenas, médias e grandes propriedades rurais a presença de estacas perfurando o chão para que os ramos da pimenta do reino possa crescer e trazer a prosperidade financeira.

  Itamaraju - monte pescoço - pimenta - 2015.08.03 -3

Em Itamaraju essa realidade promissora formula uma economia produtiva, devido ao espaço e valorização do produto.

Sempre confiando em inovação a empresa Monte Pescoço Transporte, mais uma vez  patrocinou essa série, que fala do homem do campo e do seu cultivo. Acompanhe:

A pimenteira-do-reino (Piper nigrum L.) é uma planta trepadeira, originária da Índia, introduzida no Brasil no século XVII pelos japoneses, num formado conhecido como “Tutor morto”, utiliza um sistema feito através de uma estaca de madeira onde o pé cresce.

Itamaraju - monte pescoço - pimenta - 2015.08.03 -1

A demanda deste crescimento ainda fomenta a utilização de novas tecnologias, como o tratamento de eucalipto como estaca e até mesmo de outras culturas consorciadas com a pimenta.

De olho na prosperidade desta cultura o produtor capixaba Gerson Rossi, que tem uma pequena propriedade rural a poucos quilômetros de Itamaraju “Fazenda Laranjeira”, realizou o plantio da variedade consorciada com o café, somando aproximadamente 1.000 pés de pimenta do reino.

Em  uma de suas andanças pelo seu plantio, Gerson ainda afirmou que a cultura da pimenta do reino tem um ciclo de vida aproximada de 10 anos.

Itamaraju - monte pescoço - pimenta - 2015.08.03 -4

Novas tecnologias estão sendo pesquisadas pelas agências (Emater) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), para garantir maior produtividades e resistências a pragas.

Dados do IBGE, demonstram que em 2012 a produção brasileira de pimenta-do-reino foi de 43 mil toneladas em 19,4 mil ha, destacando-se como produtores os Estados do Pará, Espírito Santo e Bahia, responsáveis por 75%, 15% e 9% da produção nacional, respectivamente.

Itamaraju - monte pescoço - pimenta - 2015.08.03 -2

Nos estados apontados pelas pesquisa destacam-se como os maiores produtores os municípios de Igarapé-açu (PA), Tomé-açu (PA), São Mateus (ES), Jaguaré (ES), Ituberá (BA), Prado (BA) e Itamaraju (BA).

Sempre confiando no potencial desta terra e diariamente ao lado dos produtores, transportando esperança está à empresa Monte Pescoço Transporte. Que enfrenta o tempo e as dificuldades na tentativa de ajudar a escoar os mais diferentes gêneros agrícolas, produzidos com a abundância de contrastes naturais. Divididos pelas estradas e rodagens, castigadas pelo tempo.

Oferecimento | Monte Pescoço Transportes

Pedra nos vários tons de verde “Belezas naturais da região”

Pedra nos vários tons de verde “Belezas naturais da região”

Novamente um internauta registrou imagens belíssimas do município e região da Costa do Descobrimento.

Desta vez o registro foi  realizado por Rodrigo Pires na região do distrito de Corumbau pertencente ao município de Prado.  A imagem foi registrada através de seu smartfone, ele capturou  o encontro entre terra e céu dividido ao fundo pelo simbólico “Monte Pescoço”.

Itamaraju - in - belezas naturais -

O local revelado pelo internauta, também evidência um campo com vários tons de verde. 

Esta é mais uma série promovida pela empresa Monte Pescoço Transporte, sempre transportando mais que pessoas, levando desejos as mais variadas paisagens.

Oferecimento | Monte Pescoço Transportes

Pedra e campo dourado “Belezas naturais de Itamaraju”

Pedra e campo dourado “Belezas naturais de Itamaraju”

Internautas continuam enviando belíssimas imagens do município e região da Costa do Descobrimento, desta vez recebemos imagens enviadas por Larissa Lima, que através de suas lentes possibilitou registrar um lindo por do sol, que divide a foto com o simbólico “Monte Pescoço”.

itamaraju - in por do sol monte pescoço itamaraju - 2015.06.17 -1

O local revelado pela interna, também evidência uma pastagem dourada, proporcionada pelos últimos raios de sol da tarde iluminada. O registro ocorreu há poucos quilômetros do centro de Itamaraju.

Esta é mais uma serie promovida pela empresa Monte Pescoço Transporte, sempre transportando mais que pessoas, levando desejos as mais variadas paisagens.

Oferecimento | Monte Pescoço Transportes

Página 1 de 41234
FECHAR