Coordenadores e secretários da rede municipal decidem entrar em greve

Na manhã desta terça-feira (31), a APLB Sindicato de Itamaraju realizou uma reunião na Câmara de Vereadores, com os Coordenadores e Secretários das Escolas Municipais, para decidirem qual rumo tomar nesse início de ano letivo. 

Em entrevista, o Coordenador da APLB Noel Vieira, explicou que a categoria está há sete meses sem receber o reajuste salarial e que até a presente data a administração municipal não tomou as providências cabíveis. 

Noel afirmou que o prefeito mandou informar que até o dia 15 de fevereiro a classe poderá receber esses reajustes. Mas durante essa reunião ficou definido que estes segmentos só retornarão as suas atividades normais quando a administração criar um projeto de lei e enviar à Câmara para serem aprovados. Declara. 

Noel ainda conclui dizendo que a Administração já prometeu por diversas vezes durante esses sete meses que os segmentos teriam seus reajustes, o que ainda não aconteceu, por isso à classe declara que já ira começar o ano letivo em greve.

De acordo com o Sindicato, a administração deve o reajuste de 22, 22%, que aconteceu no mês de janeiro de 2011, os profissionais hoje, como os secretários, assumiram suas funções com remuneração equivalente a 02 salários, na época cada salário mínimo variava em torno de R$ 380 (trezentos e oitenta reais), eles recebiam em torno de R$ 760 (setecentos e sessenta reais).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *