Crônica do poder em [ITAMARAJU]

Falta poucos dias para finalizar o ano e também o governo de Manoel Pedro, que ao longo dos 6 anos, transitou por diversos escândalos e polêmicas. Mas neste poucos dias a cidade vive períodos de muita sujeira, ruas escuras e o sentimento de abandono.

 

Com base nesta realidade, moradores de vários bairros vem enviando imagens do descaso, apontando problemas na coleta do lixo, ou reposição de lâmpadas, mesmo pagando mensalmente pela taxa de iluminação pública que não é interrompida, quando a escuridão facilita crimes e até mesmo o acometimento de acidentes em ruas esburacadas.

Pesando numa realidade contraditória ao necessário está agora ex-diretor, que era o principal responsável dos reparos em ruas e da iluminação na cidade, também um dos envolvidos com empresas campeãs na licitação destinada a atender essas necessidades citadas, agora vem à tona falar que roubos foram feitos e documentos existem com essas práticas, mas está livre a calcorrear sob o teto de uma carroceria de luxo.

O povo sente na pele a dor dessas praticas em filas de espera, na morte de um parente, na dor de um paciente, na desmotivação de um aluno, no descumprimento do piso nacional, na falta de atenção a famílias com vulnerabilidade humanas. No entanto os responsáveis apenas aparecem nos últimos minutos da partida para revelar os crimes.

Mas toda a comunidade espera a intransigência, que é a [Justiça Divina]. Pois as leis brasileiras sempre podem ser moldas pelos renans que povoam vários municípios dessa nação.

Desejamos que os futuros gestores saibam e reflitam, “Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia”. E o sofrimento desse povo deverá ser atenuado ou novos tempos poderão ter custo alto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *