Educadores do Complexo Integrado de Educação em Itamaraju participam de live sobre currículo e Novo Ensino Médio

Os professores dos Complexos Integrados de Educação (CIEs), unidades pertencentes à Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), conheceram, nesta sexta-feira (25), as experiências de inovação curricular desenvolvidas no Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Unidade Jacarezinho, durante bate-papo on-line promovido pelos Complexos. Realizada na plataforma Google Meet, a atividade integra o projeto “Temas em debate com os CIEs”, que promove, às sextas-feiras, uma série de bate-papos sobre temas variados com a participação de convidados. O encontro, que teve como tema “Currículo e inovação: uma escola que transforma e encanta nos seus saberes e sabores”, foi mediado pelo coordenador de Articulação entre Educação Superior e Educação Básica para os CIEs, Robson Costa, que também explicou sobre o funcionamento dos Complexos.

O professor doutorando em Filosofia, Gustavo Serra, abordou sobre a mudança curricular realizada no IFPR – Unidade Jacarezinho. “Foi um processo de anos que culminou na nova proposta do Ensino Médio, que tenta privilegiar a autonomia do estudante, dividindo com ele a responsabilidade das escolhas e, com isso, compartilhando os acertos e erros em sua trajetória acadêmica. Saímos da grade tradicional em termos de disciplinas fechadas, estilo Física e Geografia 1, 2 e 3, para uma forma de currículo em que o estudante escolhe entre diversas opções o que ele vai estudar. Toda mudança leva tempo, gasto de energia e muita vontade, mas é recompensador quando o trabalho é feito com uma equipe motivada por um desejo de fazer o melhor possível”, afirmou.

A mesma experiência também foi contextualizada pelo professor mestre em Letras, David José Silva, que também atua no IFPR. “O nosso campus tem, desde 2015, um diferencial no Ensino Médio integrado, que faz parte da Educação Básica, onde a mudança curricular realizada tem como princípio possibilitar que os estudantes construam seus itinerários e sua formação, a partir da perspectiva do protagonismo. Eles escolhem as atividades que irão realizar, montam os seus cronogramas e vão construindo suas jornadas vinculadas a seus cursos, a exemplo de Informática. Dentro dessa mudança curricular, alguns paradigmas que há muito tempo estão presentes nessa modalidade educacional foram rompidos. Um exemplo disso é a mesclagem das turmas que fizemos com estudantes de cursos distintos assistindo as mesmas aulas”, destacou.

O coordenador de Articulação entre Educação Superior e Educação Básica para os CIEs, Robson Costa, ressaltou a troca de experiências durante a live. “Esta atividade de hoje consistiu em um intercâmbio entre o nosso projeto da Bahia e o que está acontecendo no Brasil. O projeto do IFPR é um currículo de mobilidade docente e de autonomia dos estudantes e isso é o que nós estamos construindo como proposta, tanto nos Complexos quanto nos Campus. Trata-se de um currículo flexível e baseado em competências, por meio do qual o estudante pode construir a sua formação, tanto na base propedêutica quanto na parte curricular profissional”, salientou.

Sobre os CIEs – Os Complexos funcionam em Porto Seguro, Itamaraju e Itabuna, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), e em Ipiaú, Eunápolis e Caetité, em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Os Complexos Integrados têm buscado planejar, executar e avaliar um conjunto de ações inovadoras em conteúdo, método e gestão, direcionadas à melhoria da oferta e da qualidade do Ensino Médio, na proposta de ensino integral.

Por | Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Fotos: Divulgação

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!

Itamaraju Notícias
Enviar para o WhatsApp