Guaratinga: Três são presos acusados de abusar sexualmente de portadora de Síndrome de Down

Três elementos que estavam foragidos da polícia foram presos na manhã da ultima sexta-feira (14), sendo que dois deles estavam em Itabela, eles são acusados de ter abusado sexualmente de uma garota, com Síndrome de Down, moradora do município de Guaratinga.

As prisões foram pedidas pelo Ministério Público e concedida pelo Juiz da Comarca de Guaratinga Dr. Rodrigo Quadros de Carvalho, após o pai da garota Eviton de Jesus, ter denunciado o caso de abuso sexual contra a adolescente de 16 anos a polícia. De acordo com o pai a adolescente esta grávida.

Equipe da Polícia Civil, sob o comando do Bel. Sinésio Vieira Júnior, Delegado Titular de Guaratinga, seguindo orientação de seu Coordenador Elvio Brandão de Oliveira comprou o mandado de prisão na manhã da última sexta-feira. Foram presos os irmãos Rosenildo Silva dos Santos, 22 anos de idade, Ivanildo Silva dos Santos, 20 anos de idade e de Gerson Bonfim, 23 anos de idade.

Os detidos são acusados de “estupro de vulnerável” contra a adolescente, com problemas mentais que é matriculada na APAE da cidade de Guaratinga .O fato ocorreu no assentamento do MST denominado Guaiatá, na cidade de Guaratinga divisa com Itabela.

imagemdim2

De acordo com as informações apuradas através do pai da vitima, os três jovens sempre visitava a casa da família, mas segundo ele ninguém tinha desconfiado das más intenções dos rapazes, e que somente dois meses depois do ocorrido após a filha se sentir mal, por causa da gravidez é que ficaram sabendo que a sua filha teria sido abusada pelos elementos.

Eviton ainda disse que os jovens aproveitavam os momentos em que ele e sua esposa saiam para o trabalho e entravam na casa onde a garota ficava em companhia da avó de 80 anos de idade. Para praticar o crime, os rapazes se revezavam conversando e ludibriando a idosa para que os outros pudessem abusar da menor.

Nos últimos dias a adolescente não frequentou a Escola, pois não vinha se sentindo muito bem devido aos sintomas da gravidez, que já chega ao terceiro mês de gestação.

O delegado afirma que existem dezenas de denúncias de estupro de vulnerável para serem apurados e em breve serão cumpridos outros mandados de prisão visando combater a este tipo de delito no município.

Os acusados estão recolhidos na carceragem de Guaratinga à disposição do Juízo local.

Por / Giro de Notícias

Deixe seu comentário