Itabela: Centenário da Sr.ª Cândida Simões é comemorado por amigos

Com a frase de uma centenária dizendo “Não entendo o porquê as pessoas reclamam tanto da vida, se Deus deu a vida é porque temos uma missão especial na terra, viver é tão gostoso e maravilhoso”, começamos a contar um pouco da história de vida da Dona Cândida Simões, que completou nesta terça-feira (03/09), cem anos, mesmo com o peso de um século de existência lembra passagens importantes da vida da família e amigos, alguns que estão vivos e outros que foram e só restarão as lembranças.

DSC_0065

A convite do Senhor Ionã Galo Toscano de Brito, presidente da Associação São João Batista em Itabela, a Coordenadoria do Gabinete do Prefeito, foi convidada a conhecer e compartilhar a passagem do centenário da Senhora Cândida Simões, que nasceu no sul da Bahia, povoado de Cajueiro, mãe de 01 (um) filho, viúva a mais de 20 anos, encontra-se no asilo a 10 anos.

DSC_0060

Dona Cândida Simões, afirma que gosta de morar no lar para idosos, mas sente saudade da vida que levava. “Aqui é muito bom, sou feliz e toda vez que o sol nasce eu olho para ele e agradeço a Deus por mais um dia da minha vida, estou aqui há 10 anos, vim para cá porque na época, no povoado de Cajueiro as coisas estavam muito ruins por lar, e estávamos passando uma vida difícil, meu único filho que tenho me trouxe para Itabela em 2003, só que chegando aqui nós não tiamos trabalho e lugar para ficar, ele me colocou no asilo e arrumou um trabalho, mora em uma casa alugada e as vezes vem me visitar, aqui no asilo a gente é bem tratado, as refeições são servidas na hora certa, o medicamento também, mas tenho saudade dos amigos do meu povoado e até das festas”, comenta com saudade e sorriso estampado no rosto.

DSC_0033

A Associação São João Batista, a qual mantém um asilo com 31 idosos no Município de Itabela, recebem todos os cuidados de funcionários que fazem higiene dos abrigados e das dependências do Lar, servem alimentação, promovem atividades físicas e de lazer e trata da parte de saúde. Além disso, eles participam de celebrações religiosas.

 

Matéria: Fábio Prates

Fotos: Beto Muniz

Deixe seu comentário