ITAMARAJU | 43ª CIPM celebra seu aniversário de 20 anos com homenagens e inauguração de um memorial na unidade

   

Na manhã desta quinta-feira (12), uma grande cerimônia que aconteceu no Salão da Primeira Igreja Batista, em Itamaraju, marcou as comemorações do 20º aniversário de criação da 43ª Companhia Independente de Polícia Militar, em Itamaraju.

O evento em questão contou com a presença do efetivo da ativa e de todos os policiais militares que foram para a reserva servindo na unidade, desde o início da sua história.

Os policiais militares e convidados participaram de um delicioso café da manhã e, em seguida, o Major PM Robson Lopes Calmon, comandante da unidade, fez a leitura de uma mensagem alusiva ao aniversário, com ênfase na história da unidade e no trabalho realizado por homens e mulheres, do passado e do presente, e que tornaram a 43ª CIPM uma instituição respeitada na sua área de responsabilidade territorial.

Ato continuo, foram homenageados com o recebimento de certificados de agradecimento pelos relevantes serviços prestados, o policial militar da reserva José Moreira Freitas, “o Soldado Moreira”, de 102 anos, primeiro policial militar a atuar na área da unidade, ainda na década de 1940, quando a cidade de Itamaraju era apenas um distrito da cidade de Prado, e a “Cabo Florice Bárbara dos Santos Silva, a “Cabo Barbara”, primeira policial militar a chegar na unidade, no ano de 1997, abrindo caminho para as demais que chegariam anos depois.

Um momento marcante do evento se deu quando o “Professor Armando Azevedo”, também escritor, adentrou o recinto recitando um cordel de sua autoria, o qual narra história da unidade e cita alguns feitos de militares do passado, levando muitos dos presentes a se emocionarem com lágrimas nos olhos. Em seguida, todos os policiais militares da reserva também receberam certificados de agradecimento, bem assim, foi efetuada a entrega do titulo de policial militar padrão, homenageando nas pessoas dos agraciados todo o efetivo atual da unidade, responsável por dar continuidade à sua história.

Após a cerimônia, os presentes dirigiram-se, a convite do Comandante, para a nova sede da unidade, onde foi inagurado o “Memorial da 43ª CIPM”, e no qual há o registro fotográfico e textual em cima da história da unidade, com personalidades do passado, galeria da saudade, passos dados rumo à conquista da sede própria, o efetivo inaugural, relação de policiais que foram para a reserva servindo na unidade, os antigos quartéis, momentos, ações policiais, a relação da PM com a comunidade, com destaque para um manequim completamente uniformizado com a antiga farda azul petróleo, homenageando o “Sargento Samuel”, nome com o qual o Capitão da reserva SAMUEL VIEIRA SANTA BÁRBARA, que fez história na área da unidade quando possuía tal graduação, segue sendo reconhecido pela comunidade local, apesar de ter ingressado como soldado e de ter chegado ao oficialato da Corporação, além de ser o único policial militar da unidade a ter trabalhado em todos os locais onde funcionaram os antigos quarteis e na atual sede, antes de ir para a reserva no início deste ano.

“É com grande satisfação que inauguro o memorial que registra a história de policiais militares que serviram e que ainda servem na unidade, protegendo ao longo de décadas a sociedade.”, disse o Major PM Calmon, ao fazer o descerramento da fita inaugural na companhia do “Soldado Moreira”, abrindo o corredor para a passagem daqueles que tiveram a oportunidade de viajarem no tempo, acompanhando os registros do memorial.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!