Itamaraju: Protesto reúne grande número manifestantes e chama atenção da sociedade

Centenas de pessoas ocupara a Praça Castelo Branco de onde iniciou um manifesto com o tema “Acorda Itamaraju”, que foi realizado por um grupo apartidário, sem líder político, apoiado por movimentos sociais e entidades que lutam por direitos dos cidadãos e contra a corrupção, o evento aconteceu durante a tarde dessa quinta-feira (20), sendo intitulada com a maior caminhada de Itamaraju em luta por um país melhor.

Itamaraju - in-acord 2013-0617-2

Com aproximadamente de acordo com autoridades de segurança a manifestação somava um numero médio de mil pessoas. A caminhada reuniu jovens, adultos, empresários, a imprensa local e até mesmo uma grande emissora de TV, da região. Muitos manifestantes com para pintadas e faixas ocupam o praça.

O objetivo do manifesto é mostrar a sociedade que Itamaraju acordou, segundo um dos Coordenadores da campanha Línique Linux, o manifesto tem o apoio de diversas entidades na comunidade Itamarajuense, CDL, Sindcomércio, CUT, ALPB Sindicato, dentre outras. “Com um protesto pacífico vamos mostrar a sociedade que somos fortes e procuramos um país mais desenvolvido, pois Itamaraju precisa acordar”.

Itamaraju - in-acord 2013-0617-3

Várias reivindicações foram realizadas durante a caminhada entre elas a cobrança da abusiva da taxa de esgoto (taxa de 80%), o 2013 sem São João, além da denuncia de funcionários fantasmas. Onde os coordenadores da caminhada, alegam que existem mais de 20 postos de saúde em Itamaraju completos com médicos, enfermeiros, dentistas, técnicos em enfermagem, porém fantasmas.

Para Línique é preciso que a Câmara de Vereadores de Itamaraju instaure uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar fraudes na saúde e responsabilizar a quem for por direito, pois a sociedade precisa de clareamento no que vem ocorrendo na cidade, destacou.

Itamaraju - capa mani2

A caminhada se iniciou na Praça Castelo branco, percorrendo as principais ruas e Avenidas da cidade, o movimento também foi apoiado pelos moradores e empresas por onde os manifestantes passavam. Em Itamaraju nunca se presenciou tal façanha semelhante, onde empresários liberaram seus funcionários para participarem de um protesto. A manifestação finalizou em frente à Câmara de Vereadores, logo após passarem perante a Prefeitura.

Itamaraju - capa mani

Homens da Polícia Militar (43ª CIPM) e um grupamento da CIPE-Mata Atlântica estiveram em todo trajeto garantindo a ordem. Apesar de o movimento ser totalmente pacifico.

Confira galeria:


 

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!