ITAMARAJU | Alunos do EJA promovem jantar como experimento educativo

 

Oportunizar um momento de experimentos e troca de informações, supervisionados por um educador é sempre saudoso ou importante no reconhecimento da transformação social. Este foi o propósito do jantar realizado pelos alunos do EJA (Educação para Jovens e Adultos), como conteúdo prático sobre as propriedades dos alimentos na matéria de ciências.

O EJA é um programa do Governo Federal com prioridade na educação de jovens e adultos, abraçado por vários estados e municípios do Brasil.

O jantar também serviu para incentivar os professores e alunos, que em muitos casos possuem dificuldades, limitações devido às jornadas ou até mesmo responsabilidade pela maturidade.

Os educadores relatam que muitos alunos são exemplos devido a suas histórias e persistência na busca do conhecimento.

Um aluno esbanjou adjetivos aos professores, “agradecemos pela paciência do pessoal da escola, pois todos nós possuímos alguma dificuldade com o aprendizado, mas isso não impede a determinação de nossos professores em nos ensinar”.

As aulas estão sendo ministradas no Colégio Municipal Reitor Edgar Santos a um grupo de alunos participantes do programa do Ministério da Educação, que busca alfabetizar jovens com 15 anos ou mais, adultos e idosos. No entanto, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) mais recente, realizada em 2014 e divulgada em 2015, mostrou que 13 milhões de brasileiros com mais de 15 anos ainda não sabem ler ou escrever.

O Ministério da Educação trabalha fortemente para mudar esse cenário. Por meio do programa Brasil Alfabetizado, o governo desenvolve, desde 2003, ações para a alfabetização de jovens, adultos e idosos. O ciclo atual do programa, iniciado em 2015, aponta que 167.971 brasileiros estão sendo alfabetizados.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!