Moto Facil

[Itamaraju] Governo cria Complexos Integrados de Educação nas escolas Polivalente e Inácio

O Governo da Bahia, por meio da Secretaria da Educação, implantará três Complexos Integrados de Educação nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju, no sul do estado, ainda para o ano letivo 2016. A ação será desenvolvida com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e é resultado do programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação, que visa à formação de uma rede de parceria pela melhoria da educação pública na Bahia.

Itamaraju - in - escolas

O assunto foi tema de encontro entre o secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto, e o reitor da UFSB, Naomar Almeida Filho, na última quinta-feira (18), na sede da secretaria, em Salvador. Os complexos devem beneficiar diretamente três mil estudantes do ensino médio.

As unidades vão abrigar, no turno diurno, ações de Educação Integral e, no turno noturno, será ofertada a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Ensino Médio Regular voltado a jovens e trabalhadores. Elas também terão espaço para o ensino superior, com o funcionamento dos Colégios Universitários (Cunes), da UFSB, onde serão ofertados os cursos de licenciaturas interdisciplinares.

Educação básica

Outro resultado da articulação do Governo do Estado com a UFSB é que estes os futuros profissionais que estudam nos Cunes irão estagiar e atuar pedagogicamente nos Complexos Integrados de Educação, contribuindo pela melhoria da educação básica. “Esta parceria é importante, pois vai fortalecer a educação básica. Com isso, vamos ampliar a oferta da educação integral no sul e extremo sul da Bahia, criando maiores oportunidade no processo de ensino e de aprendizagem dos estudantes”, afirmou Osvaldo Barreto.

Itamaraju - in - escolas1

O secretário ressaltou que os complexos integrados também serão destinados à formação de professores, por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT), e servirão de base para outros projetos da Secretaria da Educação do Estado, como o Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (Emitec), Ciência na Escola e Centros Juvenis de Ciência e Cultura.

De acordo com o reitor da UFSB, Naomar Filho, os complexos também irão contribuir para o desenvolvimento das regiões onde serão implantados. “Os alunos, sem sair de onde moram, podem entrar na universidade cumprindo as atividades do primeiro ciclo em licenciaturas interdisciplinares, cujo campo de prática é a escola de ensino médio. É uma formula que permite a formação do professor no local em que ele reside e isso aumenta a probabilidade dele se tornar um docente da região, se fixando no local onde mais se precisa de professor”.

Gestão compartilhada

A UFSB ficará responsável pela gestão pedagógica dos três complexos e assessorará a gestão administrativa, que é de competência da Secretaria da Educação. Intervenções estão sendo feitas pelo Estado nas unidades de ensino que serão transformadas nos complexos.

Em Itabuna, o complexo será implantado no Colégio Estadual Amélia Amado; em Porto Seguro, no Colégio Estadual Pedro Alvares Cabral; e em Itamaraju, os colégio estaduais Inácio Tósta Filho e Polivalente serão transformadas no Complexo Integrado de Educação.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Comentários

Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *