ITAMARAJU | Homem acusado de espancar a esposa, deixá-la em coma é preso pela CAEMA na zona rural

Um caso de grande repercussão nacional, teve mais um capítulo escrito no fim da noite da última quinta-feira, 28 de dezembro. Policiais da CIPE/MA (CAEMA) realizavam rondas ostensivas pela zona rural de Itamaraju, quando ao passarem por uma residência no distrito de Pirajá, flagraram o momento em que um homem evadiu-se ao notar a presença da guarnição. Suspeitando da atitude do suspeito, os policiais montaram cerco e abordaram o mesmo, que foi indagado o motivo da tentativa de fuga. O mesmo então relatou que já teve problemas com a Justiça, e isso motivou uma consulta mais detalhada acerca do suspeito, que foi identificado como sendo, Cleiton dos Santos da Costa.

Durante consulta os policiais da CAEMA descobriram que em desfavor de Cleiton existia um mandado de prisão expedido pela Justiça do Espírito Santo. O acusado foi autor de um ato de extrema covardia em 2015, quando agrediu a sua ex-esposa Jamilly Santos de Carvalho. Jamilly, que no momento das agressões estava com o filho, na época com 06 meses, foi espancada e passou cerca de 01 ano em coma. Jamilly não resistiu e morreu. Antes de ser espancada e entrado em coma, a vítima já havia denunciado o acusado, e a justiça expediu diversas medidas protetivas, que foram incapazes de conter a fúria do agressor covarde.

A violência começou após a vítima pedir a separação. Após ser espancada, Jamilly ficou agonizando com a criança dentro de casa e o criminoso fugiu. A jovem precisou de cuidados especiais, e era tratada pela sua família, que se revezavam para cuidar e tratar da jovem. O acusado chegou a ser preso, mas, passou apenas 30 dias na custódia, o que revoltou a família e também todos que acompanharam a repercussão do caso. Com a morte da jovem, houve novas mobilizações e a Justiça do Espírito Santo emitiu um novo mandado de prisão por homicídio qualificado, já que o acusado não respeitou o limite imposto pelas medidas protetivas, e após perseguir por diversas vezes a jovem, acabou espancando-a e causando a sua morte.

Cleiton foi preso e conduzido à sede da 8ª COORPIN, onde a sua captura foi registrada e apresentada ao delegado Charlton Fraga Bortolini. A prisão de Cleiton será informada à Justiça do Espírito Santo, e o acusado deverá ser recambiado para o estado capixaba ainda nesta sexta-feira. Cleiton segue preso na carceragem da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas.

Com | Informações Ascom CAEMA 

SiteLiberdadenews