Itamaraju: Homem é preso após estuprar e manter filha em cárcere privado por dois anos

Após dois anos estuprando a filha menor de idade e mantendo-a em cárcere privado, o trabalhador rural Zelito Costa Pereira de 56 anos foi preso na tarde desta terça-feira (03), nas proximidades do Assentamento Bela Vista, em Itamaraju. A prisão se deu em uma ação conjunta entre a Policia Civil coordenada pelo Investigador do SI Felipe Mendes juntamente com agentes do Conselho Tutelar Jair e Aimberê, na Fazenda onde o acusado morava com a filha e praticava os abusos.

A denúncia que levou ao nome do trabalhador rural partiu de uma testemunha que não quis se identificar, quando soube relatos da própria adolescente de 12 anos o que vinha acontecendo, que então procurou as autoridades competentes. Desde então uma investigação foi aberta e os policiais montaram campana em frente à residência do acusado, conseguindo prendê-lo.

De acordo com o delegado Gean Carlos Nascimento, a denúncia chegou a conhecimento da policia no início da manhã desta terça-feira (03), onde o trabalhador rural era apontado por ameaçar a sua filha e a obrigava a manter relações sexuais, onde foi encaminhada uma equipe para o local, que resultou numa rápida ação localizando e prendendo-o no inicio da tarde.

O acusado confirmou ter praticado os abusos contra a sua filha, atribuindo culpa a adolescente como a mesma teria se insinuado por várias vezes afirmando não conter seus desejos sexuais.

Em seu depoimento o mesmo afirma ter tido a sua última relação sexual na noite desta segunda-feira (02 de Abril), o que facilitará na realização dos exames comprobatórios da ação criminosa.

O mesmo foi encaminhado para uma carceragem do Complexo Policial para ser realizado os procedimentos legais. Zelito poderá responder por estupro de vulnerável com o agravante por que a vítima é sua filha.

 

 

 

Deixe seu comentário