Chame Táxi Uirislan

[Itamaraju] Homem preso é principal suspeito sobre homicídio, comunidade insegura

A polícia civil tem registrado de perto o crescente número da violência urbana, o desrespeito às leis impõem uma observação e um incansável trabalho de investigadores de coletar evidências para punir os culpados e errantes.

Com base nesses números podemos citar 3 homicídios em 72 horas, somado a tentativas, sem contar no grande número de ocorrências registradas na unidade.

Itamaraju - in -preso - 2015.10.14.1

Mas apenas um homicídio permitiu a coleta de informações para uma investigação promovida pelo investigador Mazuk Ribeiro, que durante a madrugada de segunda-feira (19), deslocou até o bairro Cristo Redentor e com informações de uma ocorrência da polícia militar, que inicialmente foram solicitados por um morador vítima de roubo a sua residência, conseguiu identificar o principal suspeito do homicídio.

Na primeira solicitação da população do bairro Cristo Redentor a vítima alegava ter sido rendido e preso num cômodo de sua residência por bandidos. Após sua liberação iniciou as buscas dos itens roubados e possuía um suspeito. Onde tentou resgatar o seu bem por contra própria.

Horas mais tarde a polícia recebeu outra solicitação, relatando uma vítima arma branca. Destinando ao local acompanhados pelo SAMU. Mas a vítima Josuel Amaral dos Santos não possuía sinais vitais.

Com base nos indícios o investigador Mazuk Ribeiro numa ação conjunta com a polícia militar, coletaram informações e destinaram a residência do suspeito. Conseguindo identificar marca de sangue e uma touca ninja (muito utilizada em práticas criminosas).

Diante das evidências o acusado Neviton Almeida, que negou todo a participal no crime. Mas a polícia civil acredita para participação de um segundo individuo, onde continuará com as investigações.

Apesar dessa realidade poucos instrumentos são disponibilizados ao agentes, para contribuir com elucidação de crimes e até mesmo a punição de autores, criando um sentimento de insegurança.

Podemos citar que atualmente uma decisão do governo, obriga que todos os plantões noturnos e de finais de semana seja destinados para o município de Teixeira de Freitas. Diminuindo o contingente da polícia militar, mas aumento de gastos e ações criminosas.

A sociedade sente na pele o custos destas decisões, sendo obrigado além de imposto reparar unidades da polícia na tentativa de garantir mais segurança.

Ao contrário do que as leis e projetos políticos dizem em campanhas. Aumento de segurança e condições de trabalho para a comunidade.

Sem contar que parte dos profissionais da segurança e justiça, residem foram do município e não sentem o calor das necessidades da comunidade.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!