Itamaraju: Incêndio destrói loja no centro da cidade

Uma grande tragédia marcou a noite deste domingo (13), em Itamaraju.  Onde uma loja com produtos de utensílios domésticos, decoração e diversas variedades ficou totalmente destruída após um grande incêndio.

O incêndio começou por volta das 21:30, quando algumas chamas tomou o interior da loja “O mundo das variedades”, localizada à avenida ACM, centro da cidade.

Com um grande número de produtos com grande capacidade inflamável, o fogo se alastrou rapidamente.

Funcionários, amigos e transeuntes, ainda tentaram controlar o incêndio, usando extintores, mas devido os produtos do interior da loja as chamas cresciam em velocidade impressionante.

Colegas e amigos de lojistas, vizinhos da loja “O mundo das variedades”, solicitaram a presença do empresário proprietário da “Auto Escola Vitória”, que em uma atitude desesperada, receoso em ver sua empresa em chamas, tentou retirar o máximo de itens possível do interior de sua empresa.

Grande tempo se passou e muito se comentava sobre a falta de um veiculo ou até mesmo da presença do corpo de bombeiros em uma situação como a vivida.

Uma unidade do SAMU e diversas guarnições da PM estiveram no local garantindo a segurança e controlando, para que curiosos não arriscassem suas vidas diante das chamas.

Depois de transcorrido mais de uma hora, onde as chamas consumiam investimentos como um mar de fogo, um veículo pertencente a empresa EMBASA, chegou ao local.  Mas para a frustração de todos, o mesmo não conseguia bombear a água e ainda foi necessários um grupo de homens empurrar-lo para dar partida.

O incêndio somente teve suas primeiras chamas controladas com a chegada de um caminhão pipa pertencentes ao corpo de bombeiros de Teixeira de Freitas.

Em 2011, várias residências em Itamaraju, foram vitimas de incêndio e tudo foi perdido, imagina-se que com presença do corpo de bombeiros, poderia ser minimizadas as percas. Mas hoje o serviço de bombeiro é oferecido por um grupo de socorristas treinados para ajudar em resgates.

Várias pessoas estiveram no local e lamentavam a tragédia.  “eu nunca vi algo igual”, outros diziam “que pena um empresário perder tudo assim.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *