ITAMARAJU | Novamente secretário de administração está no alvo do Ministério Público

Membros do grupo “Fiscaliza Itamaraju”, ingressaram no Ministério Público do município uma denuncia contra a atual gestão, sob alegação de desvio dos recursos públicos.

O alvo das denúncias está o secretário de administração municipal que possui veículos ligados a empresa de familiares e várias nomeações de parentes.

Recente uma de suas empresas foi alvo dos veículos noticiários da região e principal comentário na cidade e redes sociais. Agora os veículos da mesma empresa estão prestando serviços à administração municipal, através de contrato com o pai do próprio secretário, na tentativa de driblar a legislação.

Internautas seguiram os veículos e buscaram nos serviços de informações do DETRAN e SINTEGRA, detalhes sobre a transação realizada pelo secretário.

Ainda não se tem a exatidão dos valores nos contratos da empresa, devido o prefeito utilizar de uma medida emergencial para evitar licitações e envio imediato de documentos ao TCM (Tribunal de Conta dos Municípios), contradizendo uma das propostas de palanque. Que seria a implantação imediata da “página de transparência”, onde o dinheiro do município estaria detalhado de forma individual e com descrição dos valores e quantidade, estando acessível nos principais meios digitais para cada itamarajuense.

A denúncia desta vez trás imagens de uma caçamba placa KEB 3436, que até o dia 20 de Fevereiro desse ano estava licenciada em nome de Cosmos Posto de Molas LTDA (Posto de Molas São Cristóvão), empresa ligada ao Secretário de Administração Leo Oss. Após descobrir que estava sendo investigado. Os veículos da empresa foram transferidos para o nome do pai do secretário. Não se sabe por qual motivo a transferência foi realizada na Retran do município de Alcobaça, tendo em vista que ambos têm residência em Itamaraju (onde possui um órgão do Detran).

Na página do prefeito de Itamaraju. É possível ver o referido veículo atuando no serviço de limpeza pública local, fato que comprovam as denúncias.

Essa é a terceira grave denúncia contra o secretário municipal de administração, que em três meses de governo também já foi acusado pela prática de nepotismo e de supostamente criar empresa fantasma para vender peças de veículos para a prefeitura de Itamaraju.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!