Itamaraju: Trote criminoso mobiliza Polícia Militar e SAMU por mais de 2 horas

Por volta de 17:00hs da última terça-feira (18), todo o aparato de atendimento de urgência e emergência do Samu, Bombeiro Civil, além de uma guarnição da Polícia Militar de Itamaraju foram mobilizados por conta de um falso atendimento no Tombador, município de Prado onde se acreditava ter existido um homem gravemente ferido por conta de um esfaqueamento.

Itamaraju - in - acbr101 - 2013-08-01-3

imagem ilustrativa

Felizmente, tudo não passou de um trote criminoso feito por um irresponsável que parece não ter idéia da consequência do seu ato. Passar trote é crime e o autor pode pegar pena de detenção de um a seis meses, ou multa.

Com o ato Itamaraju que somente dispõe de uma unidade do Samu e de poucas viaturas da PM, ficou sem as unidades no município e isso poderia ter maiores proporções se no intervalo dessas duas horas tivesse ocorrido de fato um grave acidente automobilístico ou uma tentativa de homicídio por arma de fogo ou branca, além dos atendimentos clínicos urgentes, com transferências.

 Nada mais natural que os serviços públicos da cidade procure sempre realizar um atendimento rápido e eficiente, como de fato aconteceu, mais se uma tragédia viesse a se repetir a população não entenderia a falta da unidade no município.

Por isso os órgãos competentes chamam a atenção da população para esse tipo de ato que só vem atrapalhar o serviço daqueles que lutam diariamente no resgate de vidas. Além de onerar os gatos com o dinheiro públicos.

“Tenham consciência, passar trote é crime,” explica um dos atendentes do SAMU.

Com esse atendimento falso, a unidade do SAMU percorreu estradas vicinais, ficando atolado na estrada e isso poderá acarretar nos reparos realizados recentemente na suspensão do veículo.

Ainda de acordo com estatísticas nível Brasil mais de 15 mil atendimentos (trotes)  são realizados diariamente.

 

Deixe seu comentário