ITAMARAJU | Vereadores abrem discussão sobre o plantio de eucalipto no município

Na manhã desta terça-feira (14), ocorreu no plenário legislativo a 2ª reunião ordinária do mês de agosto, após os vereadores da Câmara Municipal retornarem do recesso do primeiro semestre de 2018.

As atividades foram retomadas no último dia (08) e desde então os parlamentares tem aprovado indicações, pedidos de providência e analisado projetos do executivo encaminhados a casa legislativa.

Sob a presidência do vereador Francisco da Chagas Feitosa, o popular Chico Giló, os edis compareceram em sua maioria na sessão e abriram discussões sobre o plantio de eucalipto nas propriedades rurais de Itamaraju.

O eucalipto voltou a ser o centro das discussões após a publicação no Diário Oficial do estado do Bahia, pela portaria número 16.686  no último dia 10 de Agosto de 2018 do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) que concede LICENÇA DE ALTERAÇÃO, válida até 06/02/2020, à SUZANO PAPEL E CELULOSE para alterar Licença Prévia concedida através da Portaria nº 9203/15, com a inclusão de novos municípios: Itamaraju, Itabela, Porto Seguro e Guaratinga, passando o plantio florestal de eucalipto em uma área de 10000 (dez mil) ha, a ser nos municípios de Prado, Ibirapuã, Caravelas, Mucuri, Itamaraju, Itabela, Porto Seguro e Guaratinga, mediante o cumprimento da legislação vigente e dos condicionantes constantes da íntegra da Portaria que se encontra no referido Processo.  

Os vereadores usaram da tribuna para falar sob a posicionamento da Casa legislativa e esclarecer à população que a câmara repudia a intensão da plantação de eucalipto no município de Itamaraju, acreditando sempre nas riquezas e no desenvolvimento do agronegócio. Reiterando que a câmara sempre esteve atenta com essas questões, inclusive dispondo da Lei Municipal que proíbe esse plantio.

“Precisamos estar atentos. O nosso município é rico em recursos naturais. E jamais iremos autorizar que as empresas venham explorar a monocultura do eucalipto em nossas terras.  Devemos estar unidos com a população defendendo o nosso município”, destacaram.

A próxima sessão ordinária está marcada para terça-feira (21).

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!