Jovens são presos por planejarem massacre armado em escola pelo Facebook

Dois ex-alunos de um colégio em Massachussets, nos Estados Unidos, foram presos por planejarem um massacre aos colegas e professores pelo Facebook. De acordo com as autoridades, Natick Sands, de 18 anos, e Ryan Ringuette, de 20, alegaram que o plano era uma brincadeira. Os dois disseram que nunca fariam uma coisa dessas.

A conversa na rede social teve cerca de 20 mensagens com descrições específicas de como proceder no massacre. Tudo começou quando Sands publicou a seguinte mensagem: “As pessoas se perguntam porque eu falo de assassinatos em massa a toda hora… Cansado”. Depois disso, Ringuette e outros alunos começaram a interagir com ele. Os pais dos jovens acreditam que os planos não passam de um desabafo e de uma brincadeira.

Segundo a polícia local, as mensagens faziam referência ao massacre na escola de Columbine, no Colorado, em 1999. Neste episódio, que virou até filme, dois alunos mataram 12 colegas de classe e um professor antes de se suicidarem.

O detetive Arthur Brillon revelou ao jornal Attleboro Sun Chronicle a preocupação com o caso: “Na conversa, eles falavam sobre realizar um ataque no estilo Columbine e, especificamente, nomearam o nosso policial que faz a segurança na escola como um possível alvo”, disse.

Brincadeira ou não, é bom pensar bem antes de publicar qualquer coisa em uma rede social. Você não sabe as consequências que isso terá.

Fonte / G1

Deixe seu comentário