Lentes são culpadas pela diferença entre fotos bonitas e feias

Sabe aquela velha desculpa de quem não sai bem na foto? “A culpa foi da câmera”? Pois é. Se você sempre riu dessa justificativa, pasme: ela pode ser verdade. A descoberta foi feita pelo fotógrafo britânico Stephen Eastwood, que realizou um experimento provando que uma mesma pessoa, em uma mesma posição e com a mesma iluminação, pode sair de formas bem diferentes na imagem final dependendo do equipamento utilizado.

Fotos registradas com dez tipos de lentes, no mesmo ambiente, com a mesma iluminação e modelo
Eastwood posicionou a modelo no set e fotografou-a com diversos tamanhos de lente, de 19 mm a 350 mm. Ele movimentou as câmeras sempre em direções iguais, para que a moça fosse capturada exatamente do mesmo jeito com cada equipamento. O resultado indica uma lógica simples: quando menor a distância focal, mais campo você captura e, assim, acaba podendo criar distorções.
As diferenças entre as fotos, especialmente se compararmos a da menor com a da maior lente, são impressionantes. Na de 350 mm, a modelo tem uma aparência bonita, com a pele e o cabelo bem definidos, assim como o rosto praticamente perfeito. Na de 19 mm, no entanto, tudo é distorcido: olhos, nariz, boca… A modelo parece até outra pessoa.

Entre as variações, há a possibilidade de tornar o resultado final “mais bonito” ou “mais feio”, de acordo com o tamanho da lente utilizada. Ou seja: agora está provado que o equipamento faz, sim, toda a diferença na hora de uma foto

Fonte / Techtudo