Medeiros Neto: Homem que desfigurou o rosto da companheira até a morte pega 20 anos de prisão

O Júri Popular que aconteceu nesta quarta feira, 23, no Fórum de Medeiros Neto, finalizado por volta das 17:00h, levou a condenação do réu Joel Mota Júnior, vulgo “Junão”.

acodenacao1.jpg.pagespeed.ce.0MaxmDu_5G

Os jurados consideraram o trabalhador braçal Joel Mota “Homem da Facoa”, de 31 anos, culpado por ter matado sua companheira, Marinei Cruz Silva, de 46 anos, a golpes com instrumento usado no corte de cana de açúcar denominado “facoa”. A violência dos golpes foi tanta que arrancou os dentes, mandíbula e língua da vítima.

O crime aconteceu em 22 de novembro de 2012, por volta das 1h00min, próximo ao Galpão da Feira Livre, Centro de Medeiros Neto. A Juíza de Direito Dra. Andréia Gomes Fernandes Beraldi, titular da 1ª Vara Criminal do Município, aplicou a pena de 20 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado.

acodenacao2.jpg.pagespeed.ce.0_eA9wiwwM

Joel Mota Júnior também é acusado de assassinar o pedreiro Manoel da Silva Pereira, o Galego, 31, também com golpes de facoa, no dia 12 de maio de 2013. Em ambos os crimes os motivos foram fúteis. Marinei não queria que Junão fosse pra roça e Galego devia a ele R$ 20.

Fonte: Medeirosneto.com

Deixe seu comentário