MPF denuncia 26 pessoas por rompimento de barragem da Samarco

Vinte e seis pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal em Minas Gerais nesta quinta-feira (20), por conta do rompimento da Barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana, com 21 sendo acusadas de homicídio doloso (clique aqui e relembre).

imagem_noticia_5

Dentre os denunciados por homicídio estão Ricardo Vescovi, diretor-presidente licenciado da Samarco, Kléber Terra, diretor-geral de operações, três gerentes operacionais da empresa, 11 integrantes do Conselho de Administração da Samarco e 5 representantes da Vale e BHP Billiton, donas da Samarco. Na conclusão do inquérito da Polícia Federal, em junho deste ano, oito pessoas e as empresas Samarco, Vale e VogBR foram indiciadas por crimes ambientais e danos contra o patrimônio histórico e cultural.

Por | Bahianoticias

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!