MUCURI | Idoso é preso acusado de abusar de duas menores de 12 e 13 anos em Itabatã

A Central de Informações da 89ª CIPM de Itabatã, município de Mucuri, recebeu uma solicitação através do 190, por volta das 20h30 da noite desta última quinta-feira (08), por parte do Conselho Tutelar, pedindo apoio para acompanhamento em uma denúncia, que dava conta de que havia duas menores de 14 anos, em uma residência no Bairro Gazinelândia, situada na Rua Ipiaú, que estariam sendo abusadas sexualmente.

Com a chegada dos policiais e dos conselheiros tutelares, no referido endereço, as duas menores, sendo uma de 12 e outra de 13 anos, tentaram se evadir da referida residência pelos fundos, pulando o muro, mas, foram contidas. Já o acusado, que foi identificado como Antônio de Jesus Gonçalves, 65 anos de idade, foi contido pelos militares pela frente da residência. Após um tempo, o idoso atendeu ao chamado dos militares que estavam na frente da residência.

O suspeito disse que estaria sozinho na casa, porém, ele não imaginava que as menores teriam sido contidas na rua dos fundos. Confirmando o flagrante com a contenção das menores, os policiais adentraram na casa do suspeito, onde foi encontrado vários preservativos, medicamento estimulação sexual e creme vaginal. Os conselheiros localizaram os pais das menores, que apontaram uma terceira menor de 13 anos de idade, que também estariam tendo relação sexual com o acusado.

As três menores, juntamente com os responsáveis, e o acusado, foram conduzidos para a sede da 8ª COORPIN, em Teixeira de Freitas, e apresentados para o delegado plantonista, Júlio Telles, que após ouvir os policiais, conselheiros, vítimas e acusado, flagranteou o idoso por estupro de vulnerável. As vítimas confirmaram que todas elas já tiveram relação sexual com o acusado, umas 4 ou 5 vezes com cada uma delas.

Elas ainda disseram que o acusado realizava várias promessas, e que dava bebidas alcoólicas para elas antes de consumar os atos sexuais. Elas disseram ainda que existe outras duas menores de idade, não sabendo informar as idades das mesmas, mas que elas também teriam sido abusadas pelo mesmo, e que, seria essas outras menores teriam levado elas até ele, de forma individual.

O delegado Júlio Telles, ao realizar pesquisa no sistema integrado de informação das forças policiais, encontrou informações que o acusado “Antônio” já foi preso duas outras vezes pelo mesmo crime, e que existe procedimentos no sistema judicial (dois processos referentes às duas prisões.), sendo uma no ano de 2005, tendo como vítima uma menor de 14 anos, o qual ele ficou preso em torno de 03 meses, e outro em 2008, quando ficou preso 08 meses no CPTF, em Teixeira de Freitas.

O acusado tentou omitir as prisões, e os processos para o delegado na hora da sua oitiva, mas, quando foi lhe mostrado os registros, ele tentou justificar que o advogado que fez o acompanhamento dos processos teria lhe informado que teria terminado tudo. O delegado, após ter lavrado o seu flagrante, o encaminhou para a carceragem, onde ele já se encontra à disposição da Justiça.

O inquérito será remetido para a Delegacia Territorial de Mucuri, para que o delegado titular possa concluir os procedimentos e investigações complementares, remetendo os autos para o Ministério Público e o Poder Judiciário.

Fonte | Liberdadenews