Mulher ganha até R$ 40 mil por mês como ‘abraçadora profissional’ de homens carentes

Uma mulher de 37 anos escolheu dar abraços para ganhar a vida. Janet Trevino é “abraçadora profissional” de homens carentes, com idade entre 40 e 70 anos, desde agosto do ano passado. Moradora de Sant Antonio, no Texas, Estados Unidos, Janet passou a se dedicar integralmente à nova carreira por causa da demana e hoje trabalha de 20 a 40 horas por semana. Ao Daily Mail ela disse que desde os 20 anos queria trabalhar como missionária, porque as pessoas precisam de esperança. Como “abraçadora”, ela mostra ao cliente um guia básico de carinho. “É uma maneira de construir uma cultura de consentimento e limites. Pergunto como eles gostariam de experimentar o toque. É importante que possam dizer que odeiam quando fazemos alguma coisa. É tudo sobre conforto e respeitando o meu conforto também”, explicou Janet. A profissional contou que tudo começa com a lavagem das mãos, ambos respiram fundo e, no espaço do abraço, ela e o cliente tentam uma série de posição de afago. Geralmente Janet deixa que o cliente lidere a sessão. A duração varia entre uma e oito horas. “Algumas pessoas não tocaram em alguém há décadas. É muito doce. Embora sejamos basicamente estranhos, sinto que estou na 6ª série e sinto as borboletas com cada pessoa. É incrível”, descreveu.

Por | bahianoticias

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!