Nova Viçosa | “garis” comemoram 30 dias com carteira de trabalho assinada após de 12 anos sem registro

Os colaboradores da limpeza pública do município de Nova Viçosa, os populares “garis”, estão vivendo um momento novo no seu ambiente de trabalho, a certeza de terem, após uma jornada de longos doze anos de espera, suas carteiras de trabalho assinadas e seus vencimentos depositados em uma conta bancária. O município de Nova Viçosa não exigia o registro em carteia dos colaboradores da limpeza pública, as empresas responsáveis não cumpriam a legislação e o trabalhador desempenhava as suas funções de forma ilegal, recebendo seus vencimentos em envelopes, pagos em suas casas sem nenhuma garantia de direitos.

Eram nessas condições desumanas que se encontravam uma das mais importantes classes trabalhistas, os “garis”, do município de Nova Viçosa, uma realidade que com muito empenho por parte da nova gestão do prefeito Manoel Costa Almeida está assegurada ao passado e apenas como exemplo negativo a não ser seguido pelas administrações vindouras. Desde o primeiro dia de mandato o prefeito Manoelzinho não mediu esforços para que a empresa Construpoli, empresa responsável pela limpeza púbica no município garantisse o registro em carteira dos seus colaboradores, respeitando assim os direitos trabalhista e valorizando o servidor.

Nesse novo momento administrativo em que vive o município de Nova Viçosa, o zelo pelo certo e principalmente o trato humano ofertado aos trabalhadores, tem sido quase que um “mantra” entoado pelo prefeito Manoelzinho. “ não vejo, de verdade, motivos para alardear, nós não estamos fazendo nada de mais, tudo isso é apenas garantir o direito desses trabalhadores, a ação causou esse alvoroço todo pois há tempos tratar com dignidade o servidor de Nova Viçosa tem sido apenas promessa de campanha, nossa gestão não olha para o retrovisor, se faziam errado é problema deles, essa nossa administração tem como meta resgatar a autoestima do nosso povo, nós vamos fazer muitas obras, gerar muito emprego, más tratar bem nossa gente tem que ser meta como legado” disse o prefeito.

Além do registro profissional, os colaboradores da limpeza pública passaram a trabalhar uniformizados e portando EPIs (equipamento de proteção individual) e contam com uma ajuda de custo repassado a eles na forma de uma cesta básica, para o vereador Edmilson (PPS) que acompanhou a entrega das carteiras há 30 dias a simbologia do momento transcende o objeto de fato, “ olha nós estamos acompanhado a virada nos rumos da nossa cidade, essas pessoas estavam desamparadas em todos os sentidos, desvalorizadas, desmotivadas e principalmente humilhadas, hoje trabalham com sorrisos no rosto, pois sabem que seus direitos estão garantidos”.

A colaboradora Atenaete Silva é só alegria, ela garante que a maior dificuldade antes eram as incertezas, “ nós trabalhávamos más sempre sujeitos a todo tipo de abuso, pois se não fosse mediante aquelas condições no outro dia não tínhamos mais emprego, e o pior, não tínhamos a quem recorrer, tenho amigos que estão até hoje adoentados e não podem ser assistidos pois não eram registrados, sei que estão dizendo que Manoelzinho não está fazendo nada além da obrigação dele, pode até ser, más agradeço muito, pois há doze anos que ninguém cumpria com suas obrigações nesse município, não é pela carteira assinada, e por nos tratar como gente”, desabafou a colaboradora.

Ascom Nova Viçosa.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!