Novela da Globo exibe beijo gay e agita web: ‘Esse é o Brasil que quero’


Em sua reta final, a novela “O Outro Lado do Paraíso” exibiu, na noite desta terça-feira (8), o acerto de contas entre o casal Cido (Rafael Zulu) e Samuel (Eriberto Leão). Para selar o amor, os dois finalizaram a cena com um beijo, que foi o suficiente para movimentar as redes sociais.

“Ai, beijo gay na novela e ainda de um negro e um branco”, “E agora a família tradicional brasileira vai ao delírio”, “Esse é o Brasil que eu quero”, foram alguns dos comentários positivos. Porém, outros criticaram a abordagem do tema na trama de Walcyr Carrasco, que optou por empobrecer o debate sobre a homossexualidade ao longo da história. “Beijo pra recuperar a dignidade do núcleo gay tratado como esquete de humorístico pelo autor.

Não rola, queridos. Não rola porque não há empatia para Cido e Samuel, como aconteceu com Félix e Niko, justamente porque foram apresentados o tempo todo como palhaços”, disse Duh Secco, colunista do site RD1, no Twitter, ao lembrar do casal gay de “Amor à Vida”, trama do mesmo autor na emissora exibida de 2013 a 2014.

“Depois de três ou mais meses de #ZorraTotal, Cido resolve ir embora, Samuel cai no choro, Adimeia se redime (“Não existe cura gay”) e o casal de beija. Beleza”, pontuou o colunista Mauricio Stycer.

Fonte | Bahianoticias