Os perigos de jogar online e como se proteger de ataques virtuais

Dificilmente veremos jogos que não utilizem a internet num futuro muito próximo. Nos dias de hoje é quase impossível encontrar um jogo que não dependa dela, seja para baixar atualizações ou até mesmo para poder jogar.

Os gamers sabem de alguns inconvenientes que isso traz. O fato de ter que estar online para jogar faz com que as pessoas se vejam forçadas a adquirir mais um serviço pago, além de já ter gasto dinheiro com o console e jogo.

Outros fatores que interferem a jogabilidade são:

  • Bullies no modo multiplayer

Quando se joga no modo multiplayer, ou multijogador, existem alguns jogos que têm bullies de plantão; que entram apenas para xingar os outros e atacar os jogadores com o personagem menos desenvolvido.

Isto acontece diariamente em jogos com temas mais violentos, como GTA Online e Red Dead Online, mas também ocorre em jogos para todas as idades como Fortnite, Apex Legends e Minecraft.

  • Queda de servidor

Sim! Os servidores de grandes empresas são atacados constantemente e os hackers costumam derrubar esses servidores, além de roubar dados dos utilizadores. Dados até de senhas e cartões de créditos que os jogadores adicionam para poder comprar online.

Este ano mesmo, os servidores de Final Fantasy 14 foram abaixo por causa de ataques DDoS provocados por hackers que desejam apenas acabar com a diversão das pessoas.

Há formas de evitar com que isso aconteça. Proteger os dados e informações passou a algo necessário.

Utilizar uma VPN para jogar online

Uma VPN é uma camada de proteção de dados que é criada entre dois ou mais aparelhos com internet. Além de proteger e criptografar as informações que o utilizador digita na net, também permite à pessoa navegar anonimamente.

Outra vantagem deste aplicativo que é uma abreviação de Rede Privada Virtual, é dar a opção de escolher acessar servidores de vários países diferentes. O que possibilita ao jogador baixar DLCs e promoções fora do Brasil, e jogar em outras nações; quem gosta de desafio pode escolher um servidor na Ásia para duelar contra alguns dos melhores jogadores de videogame do mundo.

Se um servidor estiver caindo ou com poucos jogadores, é possível mudar para um local virtual com muitos usuários online.

Não deixar os dados pessoais visíveis

Nada pessoal deve ser digitado no nome de usuário ou bio. Evitar colocar o nome verdadeiro, email ou endereço pode ajudar a proteger que alguém lhe procure no Google. Não se sabe quem é o jogador do outro lado, e por mais que ele ou ela pareça amigável, todo cuidado é pouco.

Sair do jogo caso a partida comece a travar

Quem não utiliza uma VPN ao jogar, basicamente não tem proteção porque os videogames não possuem antivírus. Se o jogador perceber que a versão online do jogo começou a travar ou se coisas estranhas começarem a acontecer, significa que algum hacker está invadindo o jogo e roubando créditos ou informações de outros jogadores. Também existem os hackers que entram apenas para subir de nível de forma ilegal ou atacar os jogadores mais fracos.

A melhor solução para estes casos é simplesmente desconectar e entrar novamente.

As comunidades mais venenosas

Um dos jogos que, sem dúvida, merece estar entre os primeiros da lista é GTA Online. Os servidores da Rockstar são atacados diariamente e os jogadores que estão em Los Santos têm a intenção de atacar os outros ao invés de tentar completar as missões e corridas que estão disponíveis no modo online. Como o tema deste famoso jogo é roubo e violência, é de se imaginar que os jogadores sejam assim.

League of Legends é uma febre que é jogada na forma de equipes que digladiam-se em diferentes cenários. Um jogo extremamente competitivo aonde é preciso jogar bastante para conseguir evoluir; a situação ideal para surgir grupos de bullies. É um jogo do estilo freemium que é gratuito para jogar mas pode-se comprar itens com dinheiro real.

Outro exemplo de jogo com uma comunidade tóxica é o Minecraft. A primeira vista é um jogo inocente mas como é jogado no mundo inteiro, possui todos os tipos de jogadores.

Por | Davi da TechWarn Media

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!