Chame Táxi Uirislan

Otto Alencar, do PSD, é eleito senador pela Bahia

Otto Alencar, do PSD, foi eleito neste domingo (5) senador pela Bahia para os próximos oito anos. Com 93% das urnas apuradas, Otto teve 3.067.521 votos, o que corresponde a 55,30% dos votos válidos, contra 1.925.277 de Geddel Vieira Lima (PMDB), ou 34,75% do total (confira a apuração completa no estado).
“As pessoas têm que ter meta e a minha meta era essa mesmo. Eu quero dizer ao povo baiano que vou trabalhar com muita força, com muita intensidade para corresponder à expectativa no senado da república”, disse Otto Alencar após ser eleito senador pela Bahia.

rui_cortada_6_1 (1)
Otto Roberto Mendonça de Alencar, de 67 anos, é natural de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina. Estudou em Salvador, no Colégio 2 de Julho, e depois cursou medicina na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 1973, entrou para a Secretaria de Saúde da Bahia. Trabalhou para o Hospital Getúlio Vargas, no Centro Industrial de Aratu, como médico do trabalho, e foi professor universitário pela UFBA. Concorreu ao cargo de vice-prefeito em 1985, na chapa de Edvaldo Britto.

Em 1986, Alencar foi eleito deputado estadual por três mandatos, pelo PTB. Foi secretário de Saúde entre os anos 1990 e 1994, no governo de Antônio Carlos Magalhães (ACM). Foi governador da Bahia entre abril e dezembro de 2002, com a renúncia de César Borges. Migrou de grupo político, assumindo como vice-governador e secretário de Infraestrutura no governo de Jaques Wagner.

Campanha
O resultado confirma o crescimento do candidato apontado pela última pesquisa Ibope, divulgada no último sábado (4), que atribuiu, pela primeira vez, ao candidato do PSD, a liderança na corrida para o senado desde o começo da campanha. Nas pesquisas anteriores, Geddel Vieira Lima liderava as intenções de voto. No levantamento divulgado em 25 de setembro, Geddel aparecia com 33% e Otto tinha 29%. Antes disso, na pesquisa divulgada no dia 11 de setembro, Geddel tinha 36%, Otto, 27%.

Durante a campanha, Otto destacou como principal proposta o fim do Fator Previdenciário, além da reforma do Código Penal. Durante a campanha, Otto e Geddel travaram diversos embates. Um dos principais deles partiu da crítica de Vieira Lima à gestão de Otto na Secretaria de Infraestrutura sobre a aquisição dos novos ferries para a travessia Salvador-Ilha de Itaparica.
Confira votação dos candidatos (92% das seções apuradas)
Otto Alencar (DEM): 55,36%
Geddel Vieira Lima (PMDB): 34,75%
Eliana Calmon (PSB): 8,69%
Hamilton Assis (PSOL): 0,93%
Marcelo Evangelista (PEN): 0,27%

Por | G1 Ba

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!

Itamaraju Notícias
Enviar para o WhatsApp