PED – Lucilene rebate acusações e defende candidatura da advogada Izabel Martins

Várias lideranças que apóiam a candidatura da advogada Izabel Alves Martins no PED – Processo de Eleição Direta, para a escolha do novo diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, que ocorre neste domingo, dia 10, concederam entrevistas de forma denunciosa aos meios de comunicação da cidade nesta sexta-feira (08/11). A alegação dos entrevistados é que o atual diretório municipal vem dificultando os registros preventivos para a realização do pleito, especialmente o acolhimento dos nomes dos fiscais e delegados da eleição e anunciando que certos integrantes não teriam direito a voto. Além da advogada Izabel Martins, disputa a eleição o empresário Dalvadisio Lima.

 isad1

Numa entrevista ao Jornal Tribuna Popular da Rádio 99 FM, a secretária municipal de Finanças Lucilene Curvelo, defendeu o nome da advogada Izabel Martins e pediu aos filiados do PT que não aceitasse provocação no dia da eleição. “Nascemos no PT e isso nos credencia a disputarmos a eleição do PED. Somos 2.800 filiados em Itamaraju e 1370 aptos a votar, inclusive eu e todos os demais secretários, conforme repasso agora para as mãos dos representantes da imprensa todas as nossas quitações em dia. O que não podemos é aceitar que pessoas que chegaram ontem ao partido tentem infringir o direito político do filiado”, disse a secretária.

izabel

A candidata Izabel Martins teve inicialmente a sua candidatura indeferida pelo diretório municipal, mas o seu direito de candidatura no PED foi assegurado por unanimidade em recurso no diretório estadual. Ela recebe o apoio da maioria dos petistas que integraram o governo Pedro da Campineira (PSD) que é aliado do governador Jaques Wagner e da presidenta Dilma, inclusive com 5 secretarias municipais dirigidas por petistas históricos. Conforme a secretária de Finanças Lucilene Curvelo, o diretório municipal que é controlado pelo candidato Dalvadisio Lima, estaria, segundo ela, ameaçando não permitir direito a voto aos petistas que são do quadro da Prefeitura Municipal.

 isabeld2

“Um funcionário da Prefeitura é um trabalhador como outro qualquer. Tem que haver respeito ao cidadão e aos seus direitos. O cidadão não pode ser punido e embargado do exercício do voto por buscar a sua sobrevivência. Este ano, comemoramos 33 anos de fundação do partido. Durante esse tempo, introduzimos na política elementos importantes que contribuíram para a incorporação da ética e transparência na administração pública e nos parlamentos. E porque tem que ser diferente dentro do nosso partido? Coisíssima nenhuma, temos que assegurar a ética, a transparência e a democracia mais ainda dentro da nossa política interna. Somos um partido socialista, democrático e moderno, com participação ativa dos militantes. A democracia e o socialismo são inseparáveis na visão petista. Não se pode confundir política externa com política interna”, indignou a secretária Lucilene Curvelo.

Ainda na Rádio 99 FM, o ex-presidente do PT em Itamaraju, Selmides Souza Pereira “Bida”, concedeu uma entrevista e também defendeu o nome da advogada Izabel Martins. “Uma das maiores decisões da minha vida foi meu ingresso no PT e ter dirigido o partido é um dos meus maiores orgulhos. E apoiamos a doutora Izabel Martins, porque trata-se de uma mulher de militância e de muita competência para dirigir o PT. Ela tem 32 anos de atuação em partido de esquerda e com 23 anos integrando o Partido dos Trabalhadores, por isso é uma candidata nata e real para o bem do nosso Partido”, disse Bida.

 isad2

Já na Rádio Terramar FM, no Jornal do meio dia da emissora, uma outra entrevista era concedida pelo secretário municipal de Desenvolvimento Social, Evandro Rodrigues. Ele pediu voto para a chapa reencantando o PT encabeçada pela advogada Izabel Martins e acusou o diretório municipal de não está agindo com imparcialidade na eleição do PED e pediu lisura no processo. E convocou o filiado do PT que fosse votar logo cedo, no domingo, com espírito de amor e democracia, e não aceitasse nenhum tipo de provocação dos adversários. “Exigimos imparcialidade do diretório municipal e da comissão eleitoral neste processo para que o sufrágio do voto seja garantido na disputa interna do PT. E pedimos aos companheiros que exerçam o seu direito de voto e trate o assunto como um processo interno que merece ser mudado para devolver a estrutura política, institucional e física do Partido”, conclamou.

 dalvadisiolima(1)

Já o candidato Dalvadisio Lima se defendeu dizendo que se depender dele como um dos concorrentes do Processo de Eleição Direta do Partido dos Trabalhadores para a escolha do novo diretório municipal, o PED transcorrerá na mais perfeita transparência e que o seu papel como defensor do diálogo e das garantais fundamentais é assegurar ao cidadão a totalidade do seu direito. E ainda disse que o papel de fiscalizar a vida filiativa dos integrantes do partido é somente do diretório municipal e que jamais estaria ou teria condições de está influenciando nas decisões do diretório. E que a eleição do PT será presidia por uma comissão devidamente formada dentro dos critérios regimentais de política interna do PED e que ele também, jamais teria influência sobre a comissão a ponto de desejar prejudicar ou manipular o processo do qual fará parte neste domingo (10/11).

Por / TN

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!