Péssimas condições do Complexo Policial de Itamaraju podem está colaborando com as fugas

Nos últimos dias a população itamarajuense tem se perguntado como a cadeia local do município tem registrado fugas tão constantes.

Para muitos o prédio do Complexo Policial que fica localizada no Centro da cidade, não oferece ricos a população. Certo? Errado. As péssimas condições da unidade prisional tem gerado desconforto para o quadro de funcionários que compõem a unidade diariamente.

[galleryview id=45]

Prestes a completar 30 anos de existência e com uma estrutura defasada, os problemas são vistos com frequência pelos cidadãos que por algum motivo utilizam do serviço público.

A unidade que hoje abriga um grande número de presos possui instalações elétricas corroídas, repartimentos destruídos e improvisados, ar condicionados danificados, móveis deteriorados, computadores antigos, fechaduras quebradas e fechadas a base do improviso. Além de conviver com a falta de viaturas, de um número maior de efetivos e policiais civis.

Situação essa que tem facilitado fugas constantes de detentos, que sabendo da fragilidade da segurança do local, conseguem com facilidade ferramentas para a serragem de cadeados, tomando a rua. Sem falar da necessidade do reforço da segurança e do apoio na vistoria dos familiares dos detentos nos dias de visita.

Com uma população de aproximadamente 64 mil habitantes, a cidade tem apenas 1 Delegado que responde por todas investigações de delitos e crimes, enquanto outras cidade com população de até 100 mil tem entre 8 e 12 delegados.

Precisando de reparos e com tantos problemas a Depol de Itamaraju é mais uma em todo o estado da Bahia que não é vista pelos seus governantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *