Pós Doutorando itamarajuense participa de projetos com alemães

Uma pesquisa da Ufes, em parceria com a Universidade Técnica de Berlim (TU-Berlin) e o Fraunhofer Institute for Telecommunications-Heinrich Hertz Institute (HHI), utilizará a luz para monitorar robôs construtores em ambientes industriais. Essa nova tecnologia é denominada de Optical Wireless Communication (OWC, em português, Comunicação Óptica sem Fio), também conhecida como Li-Fi (do inglês Light-Fidelity). Ela tem funcionamento similar ao do Wi-Fi (do inglês Wireless Fidelity), no entanto, a transmissão de dados se faz via luz, em vez de radiofrequência.

Veja esta e outras matérias na edição 550 do jornal Informa.

Esse sistema de comunicação é considerado mais eficiente para o uso na indústria, pois não tem interferência eletromagnética, em que as redes de comunicação via rádio poderiam afetar o funcionamento de máquinas e vice-versa. A tecnologia Li-Fi também é considerada mais confiável e com melhor desempenho. O Li-Fi será a tecnologia base para a execução da Internet das Coisas Industrial (IIoT, sigla em inglês), também chamada de Indústria 4.0.

“Na IIoT, todos os dispositivos eletrônicos em um ambiente industrial poderão ser conectados à internet, permitindo a troca de informações entre eles, mas também permitirá aos colaboradores da indústria acessar o status dos dispositivos tanto interna como externamente”, explica o pósdoutorando do Laboratório de Telecomunicações (Labtel) da Ufes Jessé Gomes, que participa do projeto. “Nossa expectativa é aperfeiçoar um modelo de dispositivo, que poderá ser fabricado e patenteado”, completa.

O projeto, com duração de até quatro anos, foi aprovado e viabilizado pelo Programa Iniciativa de Pesquisa Colaborativa (PIPC), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com a Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (Deutsche Forschungsgemeinschaft – DFG).

A primeira visita técnica da equipe da TU-Berlin ao Brasil se deu no mês de outubro. Em novembro, integrantes da equipe brasileira, que é coordenada pelo professor de Engenharia Elétrica Marcelo Segatto, visitarão a universidade alemã e assinarão um acordo de cooperação internacional da Ufes com aquela instituição.

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!