Prado: Menor é brutalmente morto à golpes de facão

Na madrugada deste sábado, dia 17, um adolescente foi brutalmente assassinado. O crime aconteceu na Praia da Paixão, em Prado, extremo sul da Bahia, e foi desvendado, horas depois, com a ação rápida de policiais do 4º Pelotão.
O menor, de 15 anos, teve o corpo dilacerado por vários golpes de facão. Profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) estiveram no local para prestar socorro, mas a vítima já não apresentava sinais de vida.

casal_suspeito_do_crime_sendo_apresentados_na_delegacia_da_policia_civil
casal suspeito do crime sendo apresentados na delegacia da policia civil
Maico Chagas Silva, de 26 anos, e Priscila Campos Borges, de 27 anos, ambos com residência em Eunápolis, são acusados de matar o adolescente e tentar ocultar o corpo, encontrado às margens de um riacho, depois de ter sido arrastado vários metros distante do local do crime, para dentro de um matagal. A localização só se tornou possível, a partir de uma poça com o sangue da vítima, na estrada que liga a cidade do Prado à Cumuruxatiba, via litoral, proximidades da comunidade da Praia da Paixão.

A Central de Operações do 4º Pelotão recebeu a denúncia de que o jovem estava agonizando na estrada, depois de ter se envolvido numa briga com um casal. A identificação, características e uma possível localização foram o ponto de partida dos policiais, muitos deles, convocados à retornar da folga, para iniciar a perseguição e a captura dos suspeitos. No bairro São Brás, no endereço da denúncia, repassada por testemunhas que conheciam os assassinos, a polícia montou campana e aguardou até que o casal chegasse à casa.
Moldemenor interno
Segundo policiais que participaram da ação, ao perceber que estava encurralado, Maico Chagas Silva, de 26 anos, confessou o crime. No momento em que estava sendo preso alegou legítima defesa, dizendo que o menor teria tentado manter relação sexual com sua namorada, vez que acabou usando um facão para desferir os vários golpes.
Os acusados permanecem detidos na Delegacia da Polícia Civil do Prado e serão ouvidos pela delegada titular, Dra. Rosângela Santos, na manhã deste sábado, dia 17. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Itamaraju, onde deve ser submetido à exames de autópsia.

Por / Primeiro Jornal

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!