Prado: Vereador Felipe Tavares repudia críticas de colega e rebate acusações

Prado - camara - in - 2013-0422-1

Durante a manhã da última segunda-feira (22), a câmara de vereadores de Prado, foi palco de mais uma sessão ordinária, onde foi notado apenas a falta do parlamentar Mario Junior.

A sessão foi presidida pelo parlamentar Alfredo Golthier, o “Alfredinho”, que recebeu um projeto de lei enviado pelo executivo, onde vetou uma lei indicada pela parlamentar Bruna Santana, que visava criar uma dia contra o combate a violência contra a mulher.

Prado - camara - in - 2013-0422-2

No projeto que foi destinada a casa tinha como teor a natureza modificar a exigência na formação para o cargo de coordenador na vigilância sanitária, que anteriormente era exigido nível superior especifico e que a partir da modificação poderá ser exercido por qualquer profissional com nível superior, mas que será apreciado pelas comissões.

A vereadora Bruna em uso da tribuna, prestou suas condolências à família da prefeita, por ter sofrido a perda de um familiar dias atrás. E logo após queixou-se sobre a falta de iluminação e pela melhora no convênio para o abastecimento viaturas policiais. Onde abordou sobre seu projeto e o veto oferecido ao projeto, de forma arbitrária, qualificando os assessores do executivo como incompetentes e apresentando ainda o regimento interno a seu favor.

Prado - camara - in - 2013-0422-5

Mas o momento que dedicou total atenção de todos foi quando o parlamentar Felipe Tavares em uso da tribuna desabafou e contestou acusações realizadas pelo vereador Gilvan (da oposição), que em uma forte expressão tachou a câmara como “Essa casa é a extensão da prefeitura”, ferindo o orgulho do colega Felipe, que retrucou e respondeu ao vereador “vossa excelência deveria olhar seu passado, onde o senhor era um mero digitador que se tornou um empresário em menos de quatro anos.  Mas eu me orgulho do meu passado e ninguém terá o privilégio de apontar uma mancha se quer sobre a minha vida”, disse o vereador Tavares e pediu ainda que pensasse em sua vida anterior e a atual gestão. Mas que alguns dos problemas recentes, são heranças da gestão passada.

O vereador Gilvan não se defendeu das acusações. Já o parlamentar Robertinho solicitou através de um requerimento a instalação de placa e número de identificação no Bairro Pontal do Prado. E novamente reforçando o pedido de reposição de lâmpadas com maior qualidade.

Prado - camara - in - 2013-0422-3-

O vereador Tadeu informou sobre um caso de dengue hemorrágica no município, falando que todas as denúncias ditas nas sessões anteriores são reafirmadas. O parlamentar ainda questionou a necessidade de maior segurança para o distrito de Cumuruxatiba. Utilizou a tribuna para parabenizar a aniversariante e assessora jurídica casa (a advogada Virgínia).

Em uso da palavra o parlamentar Gilvan informou que um dos PSFs denunciados, já possui atendimento médico e aproveitou a chance para questionar sobre os projetos vetados.

Para o distrito de Limeira, o parlamentar solicitou através de requerimento verbal a ampliação dos atendimentos de saúde e informou sobre a insatisfação do povo de Prado. O parlamentar ainda solicitou a continuação do programa realizado pela rádio comunitária de Prado, levando ainda acusações sobre a rádio, por editar áudios, escondendo parte das denúncias.

Prado - camara - in - 2013-0422-4

Ao final da sessão uma votação secreta foi realizada referente ao veto do executivo, diante da aprovação do projeto criado pela vereadora Bruna, o resultado foi de 9×1 para que o veto fosse mantido, reduzido assim as possibilidade de prosseguimento do projeto.

Logo após a sessão foi encerrada e a próxima sessão está marcada para acontecer na próxima segunda-feira (29).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *