Professores do estado e município cruzam os braços até sexta-feira

BAHIA – Professores do Estado e da rede municipal paralisam a partir desta quarta-feira (14) até sexta (16). Os profissionais em educação seguem o movimento nacional, deixando cerca de 1,2 milhão de alunos sem aulas.

 A paralisação foi convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).


A entidade cobra o piso salarial da categoria no País, aprovado no final de fevereiro pelo Ministério da Educação. Segundo a CNTE, 17 Estados – incluindo a Bahia – não pagam os R$ 1.451 (mil quatrocentos e cinqüenta e um reais) a todos os docentes. A Lei do Piso foi sancionada em 2008 e, pelas regras, o piso deve ser reajustado anualmente, a partir de janeiro, tendo como critério o crescimento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Na Bahia tanto os professores do Estado quanto os do Município aderiram à paralisação. O que aumenta a preocupação de pais e alunos com a ameaça ao cumprimento do calendário letivo.

 Fonte / Giro de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *