Programa Árvores da Cabruca mobiiza Ilhéus e região

Nesta tarde (29), o Instituto Cabruca lançou o Programa Árvores da Cabruca, na Fazenda Yrerê, Rod. Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna), km 11, com o objetivo de formar produtos ecoturísticos associados a cadeia produtiva do cacau e chocolate, reconhecer e conservar as maiores árvores da região Sul da Bahia.O evento foi regado a receitas inusitadas com chocolates feitos pela anfitriã da Fazenda Yrere, Dada Marques, elaboradas com chocolate 100 % Brasil da Linha Harald Melken Unique.O lançamento foi oficializado com o plantio de uma muda de Jequitibá. Para Juvenal Superidentende da CEPLAC Bahia, além do conhecimento da sociedade, o evento servirá de base para o cadastramento de árvores mães para a produção de futuras mudas de essências da Mata Atlântica que serão implantadas no projeto de Conservação Produtiva da CEPLAC. Compartilha desssa visão Yuri Lopes de Melo, Promotor do Núcleo da Mata Atlântica do Ministério Público da Bahia. Ele acrescenta que a importância desse evento é enorme porque agrega valorização cultural a um sistema que ajuda a preservar a biodiversidade.

O evento contou também com a presença das seguintes autoridades: Ussula Flávio G. Pinto, da Secretaria de Turismo do estado da Bahia, Lanns Almeida, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Itabuna, Anderson Affonso, representante da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional, Antônio Malta, Secretário de Meio Ambiente de Camacan, Elida Paulina Ferreria, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós Graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz. Além destes nomes, outros como os da professora Cinira Fernandes, Coordenadora do Curso Superior em Agroecologia do IF Baiano Uruçuca, Sebastião Vivas, Secretário de Agricultura e Pesca de Ilhéus, Volney Fernandes Representante da OCT e Joelson Ferreria, Coordenador do Território Litoral Sul.

Para finalizar o evento foi realizado um chocolate da tarde com uma deliciosa degustação feita por receitas da linha de chocolates da Harold.

O Concurso

Neste ano, o Concurso “Maiores Arvores da Região Sul da Bahia”, homenageará o Jequitibá. “O evento marca o início de uma nova fase de valorização do Sistema Cabruca e da Mata Atlântica na região” analisa Durval Libânio, Presidente do Instituto Cabruca.

As inscrições para o Concurso “Maiores Arvores da Região Sul da Bahia” já estão abertas e poderão ser realizadas na sede do Instituto Cabruca e nos escritórios da CEPLAC mais próximos do seu município ou também através do site www.cabruca.org.br.

Podem participar do concurso pessoas físicas, jurídicas e comunidades tradicionais que possuam imóveis, lote de assentamento ou qualquer outra forma que caracterize posse da terra, localizada na região Sul da Bahia. Vale frisar que só poderão concorrer as árvores que estejam localizadas em áreas do sistema agroflorestal Cacau Cabruca.

Essa iniciativa conta com a realização do Instituto Cabruca, patrocínio da Fibria, Instituto Arapyaú, Ministério Público do Estado da Bahia e Governo da Bahia. Os colaboradores são Mars Cacau, Projeto Corredores Ecológico. O apoio ficou por conta da CEPLAC, do Mercado do Cacau, IF Baiano – Campus Uruçuca e Harald Melken Unique.
 
Assessoria de Comunicação