Queda de receita influencia pagamento do funcionalismo público em nove Estados

A crise financeira que afeta os Estados levou os governos a adotar medidas que afetaram o pagamento de servidores em pelo menos nove unidades da federação. De acordo com informação do portal Uol, entre as medidas adotadas pera amenizar a crise estão demissões; atrasos, escalonamentos ou parcelamentos em salários; redução de vencimentos do primeiro escalão e a falta de reposição anual da inflação.

imagem_noticia_5

Os governos de estados onde a situação é mais grave, como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, que já alegaram falência, decretaram estado de calamidade pública após cortes de gastos e atrasos em salários.

Ainda segundo a publicação , Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Espírito Santo, Tocantins, Paraná, Pará, Alagoas, Amazonas, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Acre, São Paulo e Pernambuco, além do Distrito Federal, mantiveram o calendário de pagamento, embora alguns deles enfrentem alguma dificuldade ou estejam implementando medidas de controle de gastos.

Por | Bahianoticias

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!

Itamaraju Notícias
Enviar para o WhatsApp