Moto Facil

Rui Costa garante metas para duplicação da fábrica da Veracel

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), recebeu na manhã desta segunda-feira (16), em Salvador, o presidente da Veracel Celulose S/A, Sérgio Alípio, para tratar da duplicação da fábrica em Eunápolis. A audiência, na governadoria, foi solicitada pelo senador Otto Alencar (PSD) e o deputado estadual Robério Oliveira, do mesmo partido. Também estava presente o secretário estadual da Indústria e Comércio, Jorge Hereda, e outros diretores da empresa, Pedro Cardoso, Renato Carneiro e Sérgio Borenstein.

Governador Rui Costa se reúne com dirigentes da VeracelFoto: Camila Souza/GOVBA
Governador Rui Costa se reúne com dirigentes da VeracelFoto: Camila Souza/GOVBA

Durante a audiência, o governador garantiu aos diretores da empresa que a Bahia vai cumprir sua obrigação institucional, garantindo à empresa e aos produtores florestais o apoio necessário para a realização de todas as metas acordadas com o Estado a fim de garantir a plenitude das atividades da empresa tanto no setor florestal quanto industrial.

Essa garantia é tida como fundamental para viabilizar o projeto de duplicação da fábrica da Veracel Celulose – um dos maiores investimentos privados a se realizar no Estado -, que se traduzirá em elevação da arrecadação de impostos e geração de milhares de empregos diretos e indiretos para toda a região.

A empresa é uma das maiores produtoras de celulose da América Latina e apesar de já deter o licenciamento ambiental para a duplicação, o investimento vem sendo adiado por conta de pontuais litígios fundiários envolvendo terras próprias e de outros produtores florestais associados.

A empresa destinou 16.456 hectares para pactuação com estes movimentos sociais e que hoje são ocupados por mais de mil famílias mediante acordo celebrado em 2012 e que vem sendo cumprido entre as partes. Os diretores da Veracel salientaram que as novas invasões referem-se a grupos oriundos de outras regiões do estado que tentam pressionar a empresa a ceder novas terras.

Quanto a esta questão o Governador assegurou que o estado cumprirá seu papel constitucional, viabilizando a atuação das forças públicas em apoio a cumprimento de decisões judiciais. Rui Costa, prometeu também cobrar ao Incra a agilização da regularização da documentação do acordo já celebrado dando garantia jurídica a todos os envolvidos.

Com a intervenção do Governador da Bahia espera-se cessar tais focos de invasão e garantir esse investimento tão esperado e cobrado em todo o sul do estado, colocando a Bahia na liderança nacional da produção de celulose.

Por | Radar64

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *