Ser sexy é uma afronta no Brasil” diz Geisy Arruda

 

A Modelo foi hostilizada por usar um vestido curto na faculdade em 2009.

Há dez anos, Geisy Arruda vivia o pior dia de sua vida. Em 22 de outubro de 2009, a modelo foi humilhada na faculdade por usar um vestido curto e rosa. “10 anos que eu passei pelo episódio mais triste da minha vida. Fui julgada e quase violentada por apenas usar um vestido. Consigo lembrar com detalhes do dia 22 de outubro de 2009. Os gritos, os palavrões e as ofensas estão até hoje frescos na minha memória. Sempre tive uma ótima estrutura familiar e emocional, do contrário, não teria aguentado”, desabafa ela.

Na época, a modelo tinha 20 anos e se culpou pelo ocorrido. “Nas primeiras semanas eu me cobrava: ‘e se eu tivesse ido com uma roupa comportada ou com uma calcinha não tão pequena?’ Eu me torturava como se fosse uma vilã. Mas descobri que não teria feito nada diferente, eram roupas das quais eu gostava”, relata.

Aos 30 anos, Geisy sabe que não teve culpa no caso e entende o problema. “Vivemos em uma sociedade em que ser sexy é uma afronta, um abuso, quase um desrespeito e eu gostaria de poder ajudar a mudar isso com a minha história”.

A repercussão do caso deu voz à Geisy, que agora consegue transmitir sua mensagem para cada vez mais gente. “Eu me considero uma feminista, e tenho o dever de usar minha história de vida para defender o direito das mulheres de vestirem o que desejam. Mulheres são livres! A liberdade das mulheres sobre o seu corpo e sua sexualidade, precisam ser respeitadas”.

Para ela, não há justificativa pela falta de respeito com as mulheres por conta de suas roupas. “É um problema mundial, nós ouvimos muito sobre as roupas das mulheres, quando usam uma roupa sensual, estão dando a entender que querem sexo e por isso não merecem respeito, estão pedindo para serem assediadas e até estupradas. É isso é um absurdo”, argumenta ela.

Depois do caso, a vida de Geisy nunca mais foi a mesma. Ela começou a participar de programas de televisão, estampou capas de revistas e participou do Reality A Fazenda em 2010, que fizeram parte da rotina da modelo. Atualmente, ela possui um canal no YouTube, o Ponto G, em que ela fala sobre sexualidade.

Fotos | Cauê Garcia

Deixe seu comentário. Interaja Você Também!