TEIXEIRA | Corpo carbonizado é encontrado pelo Corpo de Bombeiros; Carretas ficaram destruídas na BR-101

Nesta sexta-feira, 16 de dezembro, Bombeiros do 08° GBM finalizou o combate às chamas e resfriamento do tanque, e, por fim, encontraram o corpo do motorista da carreta, que teria causado o acidente. A carreta vinha sentido Teixeira de Freitas, trazendo uma carga de cerâmica, e na altura do Km 881, invadiu a contramão e colidiu com a carreta Scania, pertencente à empresa Siepierski, que transportava combustível. Os bombeiros usaram mais de 30 mil litros de água para resfriar o tanque e prosseguir com os trabalhos no local.

 

Ainda foi possível retirar de 02 compartimentos de combustível, e o trabalho foi delicado, pois, havia risco de explosão, segundo o aparelho da empresa. Todo o trabalho foi realizado pela equipe, comandada pelo Sargento Valdir. Os bombeiros, após muito trabalho, encontraram praticamente debaixo do tanque, que trazia combustível, o corpo do motorista da carreta de cerâmica. O que sobrou da carreta foi retirado com auxílio de um guincho, e o corpo carbonizado foi retirado após muito trabalho.

Agentes da PRF acompanharam os trabalhos, e informaram a localização do corpo à Polícia Civil. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica, composta pelos agentes Edmilson e Beto, irá se deslocar até o local para remoção do corpo. O Corpo de Bombeiros, PRF e funcionários da empresa Siepierski colaboraram para retirada dos veículos e limpeza parcial da pista. O corpo ainda não foi identificado, já que tudo que estava na carreta foi destruído pelas chamas.

O corpo carbonizado deverá ser transferido para o IML de Teixeira de Freitas, onde será submetido a exames e reconhecimento por parte de familiares. A PRF tenta identificar também o veículo que transportava cerâmica, mas, até o momento nenhuma informação concreta foi passada sobre origem da carreta e identificação do motorista. Depois da retirada dos veículos, que deverá durar até o fim da tarde desta sexta-feira, haverá uma limpeza e lavagem da pista. Após vistoria, a PRF deverá analisar o local e fazer a liberação da via. O fluxo nos dois sentidos segue bloqueado, e condutores estão usando um desvio próximo ao Conjunto Penal para seguir viagem.

Por | Liberdadenews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *