Teixeira registra sete mortes em cinco dias e vira manchete no Estado

No oitavo dia de 2018, Teixeira de Freitas já registrou sete mortes. Diferente dos anos anteriores, no município não houve assassinato nas primeiras 24 horas do ano e diversas mortes começaram a ser registradas a partir do dia 2.

O primeiro crime do ano aconteceu na Rua Austrália, no bairro Liberdade. O senhor Daniel Eugênio dos Santos, de 61 anos, morreu ao ser atingido por disparos de arma de fogo após se jogar na frente dos atiradores para salvar o filho, Leonardo Quaresma, que também foi baleado na perna e não corre risco de morte.

No dia 4, Vanderley Pires Santos, de 20 anos, foi executado na ladeira que liga os bairros Tancredo Neves e São Lourenço. A vítima estava a caminho do trabalho e foi encontrada em meio a um matagal.

Na manhã seguinte, Lucas Jhonata Gonçalves Barbosa, de 23 anos, foi assassinado na Rua Armênia no bairro Liberdade. Ele seguia em sua bicicleta quando foi interceptado pelos criminosos que segundo informações, chegaram em uma Bros preta.

No mesmo dia, outras três pessoas foram executadas nos bairros, Castelinho, Jerusalém e Residencial Castelinho.

A primeira das três vítimas foi identificada como José Sérgio Martins Ferreira, dono da Canaã Motos, que foi morto na Rua Sucupira no Castelinho. Segundo informações, o mecânico consertava uma moto em frente a oficina quando foi surpreendido pelo atirador. Testemunhas contaram que a vítima a todo instante dizia que os criminosos matariam a pessoa errada.

O segundo homicídio ocorreu na Rua Torta, o motorista José Nilton da Costa de 44 anos, também proprietário de um bar, foi atingido por disparos dentro de seu estabelecimento. Ele também morreu no local.

Já a quarta e última vítima do dia foi baleada no Residencial Castelinho, mas não resistiu e morreu no bloco cirúrgico do hospital municipal. De acordo com informações, o jovem é parente do dono da oficina.

A sétima vítima não foi identificada. O corpo foi encontrado em estado avançado de decomposição na manhã do último sábado, 6, à beira de um rio em um local conhecido como ‘Olaria’.

Diante dos crimes ocorridos nos últimos dias, Teixeira virou notícia no caderno policial dos principais jornais do Estado. Na manhã desta segunda-feira, 8 de janeiro, os homicídios ocorridos na sexta-feira, eram destaque na página do G1/Bahia.

Todos os crimes foram registrados na sede da 8ª Coordenadoria Regional e Polícia do Interior (Coorpin) e estão sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte | Sulbahianews