Moto Facil

Vettel desbanca Hamilton e vence o GP da Austrália

Ferrari faz melhor estratégia e alemão ganhou a liderança nos boxes, garantindo a vitória.

Depois do treino de classificação parecia que tudo iria ficar como sempre foi, com Mercedes ganhando mais uma prova, pois só parecia. Sebastian Vettel venceu o GP da Austrália após desbancar o pole Lewis Hamilton na estratégia do pit stop.

O britânico quando voltou do pit, ficou preso atrás de Verstappen, fazendo Vettel retornar do pit na liderança. Com isso a Ferrari voltou a vencer após um ano em branco, em 2016. Valtteri Bottas, que chegou a ameaçar o segundo posto de Hamilton, finalizou a prova em terceiro. Felipe Massa fez uma prova regular e chegou na sexta colocação.

Confira como foi a prova.

Antes do início da prova, Ricciardo teve problemas em seu carro na volta de formação do grid, obrigando o australiano largar dos boxes e com duas voltas de atraso. Por conta disso, na formação do grid aconteceu um erro de posicionamento dos carros e a primeira largada fora abortada.

Na largada definitiva, Hamilton pulou a frente, seguido por Vettel, Bottas e Raikkonen. Ericsson e Magnussen se enroscaram na primeira volta e foram parar na área de escape.

Duas voltas depois, Ricciardo finalmente saiu dos boxes para participar da corrida, entretanto a corrida do piloto da casa já estava comprometida.

Vettel seguia Hamilton de perto e via Bottas o seguir na mesma balada. Massa vinha em sexto, atrás de Raikkonen e Verstappen.

Com 10 voltas completas, Vandoorne fora para os boxes, pois reclamava de falta de potência no motor. O belga ficou parado um bom tempo nos boxes e retornou para a pista.

Palmer reclamava de problemas de freio, enquanto Grosjean abandonava com problemas de motor. Tudo isso com apenas 15 voltas completadas.

No final da volta 17, Hamilton foi o primeiro dos ponteiros a parar, ele trocou os ultramacios para os compostos macios. Enquanto isso, Palmer finalmente abandonava.

Vettel permaneceu na ponta por mais cinco voltas, enquanto o Hamilton tentava tirar a diferença na pista, mas ficou preso atrás de Verstappen que ainda não tinha feito sua parada.

Após a parada, Vettel retornou à frente de Hamilton e Verstappen. O holandês ainda tentou ultrapassar Vettel, sem sucesso.

Ericsson também foi outro que abandonou a prova na volta 24. Dois giros depois, Verstappen finalmente parou, mas o estrago para o Hamilton já estava feito. Raikkonen, que ainda não tinha parado, seguia na frente, entretanto, o finlandês parou na volta 27.

Com isso a liderança era de Vettel, seguido por Hamilton, Bottas e Raikkonen.

Na volta 29, Ricciardo abandonou a prova. O australiano já estava bem prejudicado e acabou ficando pelo caminho.

Vettel abria mais de 6 segundos em relação a Hamilton, que tinha cinco em relação a Bottas.

Algumas voltas depois, Bottas passou a se aproximar mais de Lewis, a diferença já era menos de três segundos. Enquanto isso, Vettel abria ainda mais e a diferença para o britânico já era mais de oito segundos.

No giro 43, Lance Stroll, que vinha na 13a colocação, errou sozinho e foi para a área de escape, danificando muito o assoalho de seu Williams, obrigando-o a abandonar a prova.

Magnussen abandonou a corrida na volta 50, fazendo a Haas voltar mais cedo para casa.

Fernando Alonso que estava na zona de pontuação, fazendo milagre com a McLaren, tomou uma ultrapassagem dupla, de Ocon e Hulkenberg, caindo para 12o. O espanhol abandonou uma volta depois.

Vettel seguiu seu caminho tranquilo para a vitória e virar candidato a desbancar a Mercedes. Hamilton e Bottas completaram o pódio. Raikkonen completou em quarto, Verstappen o quinto. Felipe Massa finalizou no sexto posto.

Confira o resultado final do GP da Austrália:

1) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1:24’11.670
2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), +9.975s
3) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), +11.250s
4) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari), +33.393s
5) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG), +28.827s
6) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes), +1’23.386s
7) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes), +1 Volta
8) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso-Renault), +1 Volta
9) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault), +1 Volta
10) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes), +1 Volta
11) Nico Hülkenberg (ALE/Renault), +1 Volta
12) Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber-Ferrari), +2 Voltas
13) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda), +2 Voltas
OUT) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda)
OUT) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
OUT) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
OUT) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG)
OUT) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
OUT) Jolyon Palmer (ING/Renault)
OUT) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)

Comentários

Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *