InícioEditorialPolítica NacionalAgenda da Semana Lewandowski no governo e Vale decide comando

Agenda da Semana Lewandowski no governo e Vale decide comando

O Poder360 antecipa o que será destaque na semana que vai de 29 de janeiro a 2 de fevereiro de 2024

O Poder360 antecipa o que será destaque nesta semana Sérgio Lima/Poder360

PODER360 29.jan.2024 (segunda-feira) – 12h38

O jornal digital Poder360 traz nesta 2ª feira (29.jan.2024) uma seleção dos assuntos que devem marcar a agenda do poder e da política nesta semana.

O Agenda da Semana é apresentado pelo editor sênior do Poder360 Guilherme Waltenberg.

Assista (4min20s):

Se preferir, leia:

Vale decide comando O Conselho de Administração da Vale vai decidir até 3ª feira (30.jan) quem ficará no comando da empresa. Não se trata só de uma opção por nomes.

 O que está sobre a mesa é se uma das maiores mineradoras do mundo permanecerá uma companhia privada ou se voltará a ser um instrumento do governo. O presidente Luzi Inácio Lula da Silva (PT) defende que o Estado seja indutor de desenvolvimento e quer a Vale como parte disso.

O atual CEO da empresa, Eduardo Bartolomeo, ficará a princípio até maio no cargo. Quer seguir na função depois disso. Mas o governo tem outros planos.

 A Previ, fundo de previdência dos funcionários do Banco do Brasil, tem 8,7% de participação na empresa. No início do governo de Jair Bolsonaro (PL), em 2019, a participação do Estado somada na empresa era de 26,5%. O que resta é muito pouco para decidir o comando.

O ministro Alexandre Silveira (Minas e Energia) tentou convencer acionistas privados a escolher o ex-ministro Guido Mantega (Fazenda) para o cargo.

Mas a reação negativa a Mantega, que tem reputação muito ruim no mercado, fez o Planalto desistir do nome. As ações da empresa subiram depois da desistência. Silveira tenta emplacar uma escolha pessoal. Se conseguir, será o grande vitorioso na disputa.

Judiciário e Congresso O Judiciário voltará a funcionar na 5ª feira (1º.fev). A volta do Congresso deveria ser na 6ª feira. Mas foi adiado para a semana seguinte. 

 A adaptação do calendário contraria a Constituição, que determina o início dos trabalhos do Legislativo em 2 de fevereiro. Em outros anos, houve adiamento porque a data caiu no fim de semana. Mas 6ª é dia útil.

Lewandowski no governo O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski passará a integrar o governo na 5ª feira (1º.fev) como ministro da Justiça. Haverá uma cerimônia no Palácio do Planalto às 18h. Lula participa.

Eleições Na 6ª feira (2.fev), Marta Suplicy se filiará novamente ao PT –partido do qual saiu em 2015 fazendo críticas. Deverá ser candidata a vice na chapa que terá o deputado Guilherme Boulos (Psol-SP) como nome para prefeito.

Economia O Copom (Comitê de Política Monetária) do BC (Banco Central) anunciará na 4ª feira (31.jan) se atualiza a taxa básica de juros. A expectativa de analistas de mercado é de novo corte de 0,5 ponto percentual, de 11,75% anuais para 11,25%.

O IBGE anunciará na 4ª feira (31.jan) a taxa de desemprego de 2023. Deverá ficar estável, em 7,5%. 

O Ministério do Trabalho anunciará o Caged de dezembro e o número fechado do ano na 3ª feira (30.jan). A expectativa é de que tenham sido criadas 1,5 milhão de vagas em 2023. O total ficará abaixo dos 2 milhões de 2022. Integrantes do governo colocarão a culpa na taxa de juros decidida pelo BC.

O Tesouro Nacional anunciará na 3ª feira (30.jan) o resultado primário de 2023. O deficit deverá ficar em R$ 230 bilhões na estimativa de analistas de mercado. Sem o pagamento de precatórios, poderá ficar em R$ 130 bilhões. Isso representará respectivamente 2,1% do PIB e 1,2% do PIB. 

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, prometeu que ficaria abaixo de 1%. Mas não terá conseguido chegar a isso nem mesmo tirando os precatórios da conta.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro ofereceu apoio jurídico a jornalista português preso pela PF

Sérgio Tavares foi detido no aeroporto de Guarulhos neste domingo (25.fev) por problemas no...

Apoiadores atendem Bolsonaro e vão à Paulista sem faixas contra o STF

São Paulo — Os milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) que se aglomeram...

Movimentação aumenta e milhares se juntam na Avenida Paulista

Milhares de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) aguardam a chegada do político e...

Mais para você