InícioEditorialPolítica NacionalAGU pede suspensão por 60 dias de processo no STF que questiona...

AGU pede suspensão por 60 dias de processo no STF que questiona desoneração da folha de pagamento

Governo e Congresso prevê a reoneração gradual da folha de pagamento das empresas até 2028, com um novo projeto de lei apresentado no Senado

Renato Menezes/AscomAGU

Jorge Messias (à esq.) é o ministro-chefe da Advocacia-Geral da União

A Advocacia-Geral da União (AGU) solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão por 60 dias da ação que questiona a prorrogação da desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia. No processo, aberto em 24 de abril, o governo alega que o projeto de lei aprovado pelo Congresso não indicava a fonte dos recursos para cobrir a prorrogação. A AGU pede que a liminar do ministro do STF Cristiano Zanin, que suspendeu a desoneração, seja restabelecida após o prazo de 60 dias, caso a proposta não avance no Congresso. O acordo entre governo e Congresso prevê a reoneração gradual da folha de pagamento das empresas até 2028, com um novo projeto de lei apresentado no Senado. A desoneração da folha é um benefício fiscal que reduz a carga tributária da contribuição previdenciária devida pelas empresas em 17 setores da economia.

Publicada por Felipe Cerqueira

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Ninguém cruza a linha sem pagar o preço, diz China sobre Taiwan

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores apela aos EUA para refletir “profundamente” sobre seu...

Lira indica data para anunciar seu candidato a presidente da Câmara

IGO ESTRELA/METRÓPOLES @igoestrela 1 de 1 imagem colorida mostra arthur lira - Metrópoles...

Presidente da Petrobras diz que ainda vai avaliar dividendos

Em fala a jornalistas, Magda Chambriard despista sobre distribuição dos proventos, mas garante que...

MPRJ perto de denunciar (ou livrar) Carlos Bolsonaro por rachadinha

A investigação da suposta rachadinha no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro chegou à reta...

Mais para você