InícioNotíciasPolíticaAlan Sanches assume bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia

Alan Sanches assume bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia

O deputado estadual Alan Sanches (União Brasil) assumirá a liderança da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). O posto até então era ocupado por Sandro Régis, do mesmo partido. Nesta quarta-feira (1º), acontece a posse dos deputados na Casa e os trabalhos terão inicio na sexta (3). 

“A minha bandeira inicial é o cumprimento a lei, e o cumprimento a lei passa pela execução das emendas impositivas dos deputados. O governador, independente do que seja eleito, não pode ser governador de deputado de governo. Ele é governador de todos deputados, de toda a Bahia, não só quem votou ele. Temos esse projeto há bastante tempo, e sempre no período do ex-governador Rui Costa,  sempre coloco isso como birra, não tinha motivo para Rui não ter cumprido as emendas impositivas, emendas pequenas”, afirmou Sanches. “A primeira coisa para se fazer acordo com a oposição, vamos cumprir a lei, as emendas impositivas estão colocadas na pauta”.

As emendas impositivas são indicações dos parlamentares que têm execução obrigatória,  sem depender de negociação e barganha com o Executivo.

Sanches afirmou que a oposição vai trabalhar em benefício do povo baiano, e pode estar ao lado do governo quando as questões forem vistas como positivas. “Sempre que for positivo qualquer tipo de projeto, solicitação do governo, vamos estar aqui para ajudar, construir, colaborar. Mas toda vez que percebermos que é para prejudicar uma parcela da população, ou qualquer tipo de pessoa, ou toda população, vamos tensionar. E para isso temos quadros qualificados, grandes oradores, e vamos pra disputa”, garantiu.

Indicação de ex-primeira-dama ao TCM
O deputado afirmou que não acredita que a esposa do ex-governador Rui Costa, Aline Peixoto, será indicada para concorrer a uma vaga no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), como tem sido especulado. “Rui está morando em Brasília, não sei se vai querer deixar a esposa na Bahia. Segundo, não sei se ela preenche os pre-requisitos necessários. Sendo assim, não sei, não olhei o currículo dela, não foi indicada oficialmente, e por tudo que a gente sabe, parece que foi diretora de hospital e é enfermeira, não sei se isso a qualifica para disputa do cargo”, afirmou ele, dizendo não ter nada contra a ex-primeira-dama.

Outro possível nome a ser indicado, o de Marcelo Nilo, ainda será discutido, afirmou Sanches. “Eu preciso ouvir Bruno, eu preciso ouvir ACM Neto. Para essa indicação, a nível de bancada, é uma decisão maior”, diz. “A gente tem que fazer política também, e a decisão não vai ser só pessoal, vai ser de bancada”.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Em CPI, dono do Botafogo fala sobre supostas manipulações de jogos

O empresário John Textor, norte-americano que é o sócio-majoritário do Botafogo SAF, depôs nesta...

Gilmar Mendes suspende processos judiciais que tratam da lei do Marco Temporal

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, suspendeu, nesta segunda-feira (22), por...

Mais para você