InícioNotíciasPolíticaAliado de Tarcísio articula comitê para “neutralizar” esquerda em SP

Aliado de Tarcísio articula comitê para “neutralizar” esquerda em SP

São Paulo — Presidente do diretório paulista do Progressistas (PP), o deputado federal Maurício Neves articula com partidos que formam a base do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) a criação de um comitê político para “neutralizar” as siglas de esquerda nas eleições municipais deste ano em São Paulo.

“Sugeri que tínhamos que ter um comitê político para debater as ações integradas dos partidos da base nos municípios, sempre voltado para um líder maior, que é o governador Tarcísio, para a gente ter projetos de médio e longo prazo juntos e neutralizar total os partidos de esquerda”, diz o deputado ao Metrópoles.

O PP já sinalizou que apoiará a reeleição de Ricardo Nunes (MDB) à Prefeitura da capital paulista. Assim como o deputado, o prefeito também defende a formação de uma “frente ampla” contra a candidatura do deputado federal Guilherme Boulos (PSol-SP), apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e apontado como maior adversário do emedebista na eleição de outubro.

Para Neves, no entanto, os partidos que integram a base de Nunes e de Tarcísio, como Republicanos, PL e PSD, precisam replicar essa aliança em todo o estado, para vencer o maior número de prefeituras paulistas.

“A gente sabe que, diante de situações de poder, estar no governo, na máquina, te facilita em uma eleição. É muito importante para os partidos da aliança do governador ter um monopólio ou quase dominar o estado inteiro para não deixar os partidos de esquerda terem ativos e terem municípios para poder crescer”, afirma.

Conforme noticiado pelo Metrópoles, no ano passado, auxiliares de Tarcísio já haviam traçado uma estratégia para consolidar alianças entre partidos da base no interior paulista. A proposta de Neves é formalizar esse plano criando um comitê político que fará reuniões semanais entre os dirigentes partidários para dividir as candidaturas em diferentes regiões do estado.

“É uma forma de nós, juntos e unidos, neutralizarmos a esquerda no estado”, diz Neves. “A gente tem que pregar um diálogo, uma conversa, uma racionalidade, para não caminharmos sozinhos nos projetos futuros”.

Neves acredita que impedir o crescimento da esquerda no estado é fundamental para garantir a reeleição de Tarcísio ao governo em 2026 ou pavimentar a candidatura do governador à Presidência da República.

“Tivemos uma dificuldade em 2022 aqui, principalmente na capital. A gente tem que fazer esforços para ganhar do Boulos”, conclui.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro ofereceu apoio jurídico a jornalista português preso pela PF

Sérgio Tavares foi detido no aeroporto de Guarulhos neste domingo (25.fev) por problemas no...

Apoiadores atendem Bolsonaro e vão à Paulista sem faixas contra o STF

São Paulo — Os milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) que se aglomeram...

Movimentação aumenta e milhares se juntam na Avenida Paulista

Milhares de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) aguardam a chegada do político e...

Mais para você